2008/10/11

Vade retro, Satana!

Finalmente tive ocasião de observar em pormenor o Quercus rubra, com as suas folhas outonais castanhas avermelhadas. Uma maravilha! Precisamente no caminho da ponte vinda dos Parceiros até ao Centro Comercial "Continente" em Leiria. Andam por lá numas grandes obras para ampliar aquela zona comercial. Vai ficar de maiores dimensões e com mais variedade de actividades económicas/comerciais e cinema. Só lamento é que não se esteja a ter o devido cuidado com as árvores (refiro-me concretamente a alguns Quercus/Carvalhos de espécies raras no nosso clima, que já têm um porte razoável e que se encontram imediatamente à saída do Parque de estacionamento. Não será possível tomarem a devida atenção a essas árvores? Não se esqueçam que não iremos viver neste Planeta sem árvores e um carvalho não cresce de um para o outro


Nesta rua corta-se à direita para entrar no Parque do Continente. Se alguém perguntar pelo seu topónimo autêntico ninguém a conhece, é quase certo.
-
Hoje fui à zona Comercial supra-citada e fiquei um tanto apreensivo. O movimento do sistema Multibanco estava 95% off. Por acaso ontem tinha levantado uns trocados e lá me consegui desenrascar para pagar a conta. Mas fiquei teso e não consegui levantar mais dinheiro noutras caixas Multibanco noutras áreas de Leiria. Ouvi dizer que quem quiser dinheiro hoje tem que ir a Coimbra. Boatos, provavelmente. Mas, precisamente, agora que a malta anda desconfiadíssima com esta coisa da crise financeira envolvendo Bancos e tudo, as pessoas ficam ainda mais apreensivas.
Caramba! Logo hoje, Sábado, a seguir a uma semana negra e ansiosa, pregam-nos uma partida destas? Eu sei, nós sabemos que as máquinas avariam, que o Homem falha, logo poderá estara aí a justificação para esta anomalia.
Mas que começamos a ficar cada vez mais preocupados, ansiosos e desconfiados, lá isso é uma verdade!
Não nos lixem ainda mais, que já não sabemos que mais contas havemos de fazer para levar a nossa vidinha! é que nós (a maioria de nós) não se andou a meter em aventuras de engenharias financeiras virtuais, de altíssimo risco, só na ganância de aumentar a Riqueza de alguns ainda mais!...
Em suma...Têm andado a brincar com o fogo usando o nosso dinheirinho e agora começam a insinuar que, se calhar ainda vamos ficar sem o nosso pequeno pecúlio, porque se esqueçeram que os fósforos, se mal usados, são alta e facilmente inflamáveis, podendo atear um fogo de proporções incontroláveis!
Vade retro, Satana!
Posted by Picasa

4 comentários:

zé lérias disse...

Prezado amigo António:
Mando-lhe um abraço com desejo de bom Domingo em companhia dos seus.
Espero que amanhã tenha mais sorte na ida ao Multibanco porque se não a corrida exasperada dos pequenos aforradores aos bancos vai criar situações ainda mais incontroláveis.
Alguma coisa vai mal neste sistema que nos impuseram por vias e travessas...

as-nunes disse...

Viva Zé Lérias
Hoje, por causa das tosses, nem sequer saí de casa.
Mas sei que o Multibanco esteve a funcionar lindamente.
A alta finança está a ser colocada sob os guarda-chuvas dos governos de todo o Mundo de modo que a malta vai acreditar que tudo vai regressar à normalidade do sitema capitalista em que vivemos.
Vejam lá se aprendem alguma coisa! Como li dum articulista do Washington Post parece que o problema principal é que certos senhores estão ciclicamente a cometer os mesmos erros!
E o pior é que o mexilhão lixa-se sempre.
Um abraço
António

ANTONIO DELGADO disse...

Viva amigo AS- Nunes,
De facto a crise financeira de esala mundial tem sido servida em doses industriais, ao pequeno almoço, ao almoço, jantar e ceia. Há pouco, antes de vir para Lisboa, jantei num restaurante na Batalha e no telejornal era anunciado que o governo iria injectar dinheiro nos bancos para não irem à falência. Esta economia virtual, como muito bem diz, tem destas coisas...o dinheiro de todos nós a ser empregue em instituições particulares. Não sou especialista em economia mas a moralidade do acto não é nada sério, ainda por cima quando ainda há pouco tempo se dizia nas páginas dos jornais nacionais que os bancos tinham ganho centenas de milhões de euros em relação ao mesmo perido do ano passado. Nessa altura ( Abril, Maio parece-me) fiz uma postagem alusiva ao asunto. Triste sina esta do " LEVANTAI HOJE DE NOVO".

Um abraço e continuação de bom domingo e melhor semana que entra.
António Delgado

as-nunes disse...

Pois é amigo António Delgado
Quando os bancos andavam a competir entre si em grandes parangonas a ver quem garantia aos seus accionistas maiores lucros, quantas vezes à custa de comissões e outros encargos trapalhões, nós a vermos os juros a voarem dos nossos bolsos e dificilmente entravam umas migalhas para convencer os papalvos e os necessitados, estava tudo bem.
Então e de repente a liquidez caiu a pique? Para onde foi o dinheiro desses lucros fabulosos?
É de loucos que a Alta Finança Mundial tenha conseguido a muleta dos orçamentos dos maiores países do Mundo!
Diz que ainda bem. Vamos a ver para onde é que irá parar esse dinheiro público que fica desde já ao alcance da Banca privada.