2009/02/06

Dia de MIguel Torga em Leiria

Termina amanhã, Sábado, dia 7 de Fevereiro, a semana das Comemorações do Dia de Torga em Leiria. Haverá um colóquio, pelas 14h30, no Auditório da Caixa de Crédito Agrícola Mútuo de Leria, cujo tema único gira à volta desta excepcional figura das letras Portuguesas. Os oradores falarão não só sobre a sua vida e obra em geral, mas abordarão particularmente temas relacionados como a Natureza, Leiria, Fernando Pessoa, Rodrigues Lobo.Como se sabe, o Dr. Adolfo Rocha trabalhou em Leiria, entre 1939 e 1941, como médico otorrinolaringologista e aqui escreveu algumas das suas obras mais significativas como Bichos, em 1940, Montanha, em 1941,, Um Reino Maravilhoso, em Trás-os-Montes, em 1941. Aqui esteve preso em 30 de Novembro de 1939, tendo imediatamente sido transferido para a cadeia do Aljube em Lisboa, lá tendo permanecido até 2 de Fevereiro de 1940.-Para os mais distraídos convém realçar que Leiria, apesar de tudo, só não faltou completamente à comemoração do Centenário do seu Nascimento, no ano de 2007, porque o Elos Clube de Leiria, se encarregou, sem grandes apoios oficiais, com uma singela parceria com a ESTG - Escola Superior de Tecnologia e Gestão, de tal tarefa. Já tive ocasião de me referir a tal circunstância em post anterior. Para memória futura!...





........-Preservação

Chama-se liberdade o bem que sentes,
Águia que pairas sobre as serranias;
Chamam-se tiranias
Os acenos que o mundo
Cá de baixo te faz;
Não desças do teu céu de solidão,
Pomba de verdadeira paz,
Imagem de nenhuma servidão!
Posted by Picasa

7 comentários:

as-nunes disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
as-nunes disse...

Amiga Isa
Desculpa por o teu comentário ter ficado na entrada anterior.
Não consegui resolver o problema de outra maneira.
Tive que dar uma nova entrada para completar este post sobre Miguel Torga em Leiria.
De qualquer modo, muito te agradeço toda a atenção que tens vindo a prestar a este meu sítio, discreto, simples e despretencioso, mas responsável quanto me permitem as minhas capacidades técnicas, culturais, científicas e sentimentais.
Abraço
António

deep disse...

Não é só por ser transmontano, mas português, Torga bem merece as homenagens que lhe têm vindo a prestar. Quanto a mim, dei um pequeno contributo, há uns meses, numa singela palestra, com a declamação do poema "Viagem", ao som do violoncelo. No mês passado, tive oportunidade de rumar ao miradouro de S. Leonardo da Galafura, a escassos quilómetros da terra que o viu nascer. Nesse lugar, além da magnífica vista para o Douro e para os socalcos, podemos desfrutar de algumas das suas palavras inscritas numa rocha e na capela que lá existe.

Bom fim-de-semana. :)

as-nunes disse...

Bom dia, caro amigo
Vejo que também é um amante do estilo e da pessoa de Miguel Torga.
A sessão a que o meu amigo se refere deve ter sido muito interessante. A viagem que também fez, para mim, seria uma romagem, que ainda tenho que fazer, um dia destes...No Verão passado andei pelo Marão mas só de passagem pela A4. Calor tórrido! Quase uma paisagem lunar. Mas pressente-se o amor/paixão que o poeta lhe dedicava.
Uma grande abraço, bom fim-de-semana.

as-nunes disse...

Corrijo. Este é o meu post dos pedidos de desculpa.
DEEP
Queria dizer no meu comentário: cara amiga.
E já agora, gosto muito do seu blogue, aliás, por isso é que sou um dos seus seguidores.
:)

Justine disse...

Pena não ter podido assistir. Fica a informação da louvável iniciativa!

Milu disse...

Quero apenas fazer um comentário - Fiquei comovida depois de observar aqui nos comentários a forma carinhosa como trata os amigos ou conhecidos e,também, pela humildade que demonstra ter ao falar do seu blog, pressentindo-se a pontinha de orgulho no seu cantinho! Isso é bonito! :D