2009/05/16

LIVROS E CREPÚSCULO NA PRAIA DO PEDRÓGÃO - Leiria

Faz hoje oito dias. Feira das Velharias, Leiria, no segundo Sábado de cada mês. Digna de ser apreciada. Há sempre qualquer coisa que nos atrai. A vista, os sentimentos, recordações, aquele velho e raro livro que, por um impulso determinado, nos chama a atenção e nos convence a comprá-lo. Por exemplo, o livro sobre "Herculano e a sua geração dos anos 70 (séc. XIX), impeliu-me a escrever algo sobre este "solitário de Vale de Lobos". E então, não acontece que aqui em Leiria, existe uma Quinta de Vale de Lobos (Já vos mostrei a entrada, mas da qual já tenho mais material) e também existe uma povoação que se chama Azoia?
Se bem sabem, Herculano, retirava-se por longas temporadas, para a sua Quinta de Vale de Lobos, perto de Azóia, localizada mesmo ao pé de Santarém. Emocionou-me saber que a maior felicidade de Herculano era deixarem-no em paz, a reflectir a vida, junto a três belas Faias. Já coloquei nos meus planos indagar se essas faias ainda existem e, se possível, obter fotos da Quinta e das árvores.
No dia seguinte fui ao Pedrógão, aqui a 30 Km de Leiria. Vinha de casa do meu cunhado Zé Paiva, olhei o mar, o Sol estava já no limiar do seu desaparecimento no horizonte marítimo. Fui buscar a máquina fotográfica e ainda o consegui agarrar por uma pontinha do seu amarelo poente, in extremis!...
Posted by Picasa

2 comentários:

elvira carvalho disse...

Bela foto.
As feiras de velharias são sempre muito interessantes. O Verão passado assisti a uma em S. Pedro do Sul.
Um abraço e boa semana

Milu disse...

Linda foto! O António tem muito jeito para a fotografia e para captar aquele momento especial!...