2009/07/08

LEIRIA - Ares do campo

(clic para ampliar - sem publicidade até porque não conheço o Restaurante)



A caminho do trabalho, contas e mais contas, fisco à espreita. Valha-me ao menos, estes intervalos campestres!...

Posted by Picasa

6 comentários:

Mara disse...

Ao meu grande amigo de Leiria,

Que maravilha de fotos. e que linda está Leiria que há tantos anos não visito.

Agora, mete um bocado de medo andar por essas estradas. Quando uma pessoa está habituada a andar só pela cidade.

Espero sua visita e tenho comentário para si.

Beijinhos
Milai

as-nunes disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Chanesco disse...

Meu caro António

Tem toda a razão.
Quantas vezes os compromissos e a pressão do tempo não nos permitem uma pausa para relaxar.
Valha-nos ao menos estes intervalos para encher os pulmões com os ares do campo e recuperar da asfixia que é a vida moderna.

Um abraço.

PS: Quanto ao pémio com que tive a honra de me ver outogado pelo meu amigo, aceito-o, mas vou guarda-lo
sem o expor.
O meu muito origado!

Lídia Borges disse...

O ar do campo veste de tranquilidade verde o rubro dos nossos dias afogueados.
Bonitos registos!


L.B.

ManuelNeves disse...

Viva!

Cada vez mais, o ar do campo, a natureza, as coisas simples da vida, devem ter um lugar de eleição e reflexão na nossa vida. Pouco e pouco vão-se tornando únicas.

P.S. Agora que os exames terminaram (levaram-me o tempo e a alma), voltarei muito em breve à blogoesfera.

Até já.
Um Abraço

Tozé Franco disse...

Olá António
Eu que fui criado e vivi no centro da cidade, já não passos em o campo.
É uma maravilha ver o verde (embora não seja sportinguista).
Um abraço.