2009/09/11

POESIA em Alcanadas - Batalha


(post actualizado)
Esta sessão de poesia terá também a participação de Zaida Paiva Nunes e será transmitida em directo pela Rádio Batalha, na frequência de 104.8 Mhz ou on-line na Net seguindo o respectivo link.

São iniciativas como estas que nos ajudam a ter esperança que a Cultura em geral e a Lusofonia em particular têm o Futuro garantido. E que melhor via para atingir estes desideratos que não a magia da Poesia? 
Por coincidência, nesta data, fala-se em toda a comunicação social, de Jorge de Sena, um dos maiores escritores, prosa e poesia, de todos os tempos... (ver nota abaixo).
Para que seja dada a maior projecção possível, a este evento , a Rádio Batalha,  através do éter e da sua emissão on-line , prestará o seu inestimável contributo.

Neste endereço mais se pode ficar a conhecer sobre a actividade da CRA - Centro Recreativo de Alcanadas, concelho da Batalha.

NOTA: Será dita, por Zaida Paiva Nunes, de Leiria, uma poesia de Otília Martel, autora do excelente blogue de poesia e de outras iniciativas culturais, http://meninamarota.blogspot.com 
Um dos melhores blogues de poesia da blogosfera Portuguesa.
-
Jorge de Sena
(Hoje,  dia 11 de Setembro de 2009, finalmente, os seus restos mortais, 
foram trasladados da Califórnia, onde esteve exilado, 
para o cemitério dos Prazeres, em Lisboa)
 

Génesis

De mim não falo mais :não quero nada.
De Deus não falo:não tem outro abrigo.
Não falarei também do mundo antigo,
pois nasce e morre em cada madrugada.

Nem de existir,que é a vida atraiçoada,
para sentir o tempo andar comigo;
nem de viver,que é liberdade errada,
e foge todo o Amor quando o persigo.

Por mais justiça ...-Ai quantos que eram novos
em vâo a esperaram porque nunca a viram!
E a eternidade...Ó transfusâo dos povos!

Não há verdade:O mundo não a esconde.
Tudo se vê: só se não sabe aonde.
Mortais ou imortais,todos mentiram. 

 
Posted by Picasa

1 comentário:

Lena disse...

Alcanadas, uma pequena aldeia, mas bém viva, dinamica...