2009/11/20

Ao cair da folha!...


(clic para ampliar)


Reformar a vida



Vivo dias ansiosos
Dias já previstos
E falados
Durante anos


Ouvi conselho médico
Falámos desta ansiedade
Deste prever
Dum começo e porvir


Começo de quê?
Tempo descontraído?
Tempo trabalhado?
Tempo desperdiçado?


Não sei o que virá aí
Sinto-me desconfiado
Destes dias que me faltam
Do resto da minha vida!...


Posted by Picasa

4 comentários:

Tozé Franco disse...

Ora viva.
Já tive alturas em que pensavo nisso, mas são tempos que já lá vão. O ministério presenteou-me com mais 5 anos de trabalho e, por isso, vou aproveitando o presente e deixei de pensar nisso, até porque desconfio que, quando lá chegar, às tantas, já não há reformas. Talvez só para aqueles que nunca fizeram nada.

as-nunes disse...

É isso aí, Tozé.

Nem sei para que é que me hei-de preocupar.
A ansiedade é mais pela mudança de ritmo de vida que, quanto a valor da pensão que me võa atribui, após 44 anos de contribuições para a Segurança Social e a Caixa Geral de Aposentações vai ser uma miséria. E se a compararmos com as desses galifões que por aí abundam, quais abutres, muitos que nada acrescentaram à sociedade que os vai sustentar até ao fim das suas vidas, como uns lordes, nem é bom pensar........

Um abraço
António

arte por um canudo 2 disse...

Quem me dera lá chegar e gozar uns bons tempos. Todos passamos pelo mesmo amigo António. É uma mudança da vida ou rotina como alguns dizem que temos que aceitar com naturalidade.Terás mais tempo para observar a natureza e registá-la como só tu sabes no blogue e ainda para denunciar sobre o que não está bem na tua terra.Gr. abraço António e Bom Domingo

Manuela Freitas disse...

OLá,
Tem que relativizar isso. Há tanta coisa para fazer na vida, tanta coisa para ocupar o tempo, pense que agora vai mandar no seu tempo e vai para onde quiser. Isso é uma maravilha!?...
Bjs,
Manuela