2010/05/16

LEIRIA - LARGO DA SÉ - SÓCRATES




(se clicar em cima das imagens pode apreciar melhor os pormenores)
As três figurações da fachada em azulejos do séc. XIX, desta casa,
(estou para me ir embora, um dia tão lindo e eu aqui enfiado, desde a manhãzinha) 
referem-se a Sócrates, Hipócrates e Galeno. A maioria das pessoas de Leiria e alguns estudiosos, durante muitos anos, identificaram a figura do lado esquerdo 
(Será, de facto, Galeno e não Sócrates) 
na qual se pode ler em letras maiúsculas a palavra "Sócrates" inscrita numa tábua/livro, como sendo o próprio Sócrates.
No entanto, tudo indica que não se trata do grande Filósofo. Quanto mais não seja porque Sócrates não nos deixou nenhum livro 
(ler o texto acima reproduzido dum velho dicionário que por aqui anda no escritório e que já é da família desde 1970).

A fachada desta casa é muito admirada, um ex-libris de Leiria, muito fotografada pelos turistas. Ouve-se, com muita frequência, que aquela figura é, «sem dúvida», Sócrates. Pois se até tem um livro na mão com o seu nome!...
Só que esse livro será uma compilação dos seus pensamentos escrita depois da sua morte pelos seus discípulos, provavelmente Galeno.

E é assim. Lembrei-me de vos deixar aqui esta informação 
(tenho a impressão que já não é a primeira vez...mas vale a insistência, penso eu
antes de acabar o dia de trabalho 
(Que rico Domingo!).
Posted by Picasa

7 comentários:

Lídia Borges disse...

Muito interessante o que nos deixa.
Sócrates e a compilação dos seus pensamentos...
Muito sugestivo!

Cumprimentos

carol disse...

É um edifício lindíssimo. Só por isso, sem nos embrenharmos na discussão, valeu a pena pô-lo aqui.
Quando li o título, pensei que o Primeiro tinha estado cá!...

Tozé Franco disse...

Olá António,
elo edifício que já tive oportunidade de admirar. Da próxima, de certeza, fa-lo-ei com outros olhos.
Essa do Sócrares não tem nada a ver com o nosso primeiro, pois não?
Um abraço

direitinho disse...

Olá Nunes
Comecei a ler bastante intrigado pois não sabia dessa ligação ao filosofo e já só via o politico dos nossos dias.
Esclarecido e como também sou admirador dessa e de outras casa de Leiria, acalmei o meu ímpeto de aversão ao tal de político.

Micael Sousa disse...

Muito obrigado pela informação. Posso dizer que já entrei muitas vezes no edifício e passei ao lado dos azulejos sem reparar se tinha algum nome escrito. Devido à associação com "Farmácia" do edifício até pensava que fosse asclépio.
Ainda bem que alguém anda atento. Novamente obrigado pela informação.

as-nunes disse...

Micael

Não é de espantar que me tenha debruçado sobre este tema. O edifício é da família a que eu me liguei, por casamento em 1968.

O Micael com certeza que já entrou no bar do rc. Já há muito que não vou lá.

Um abraço
António

Leirennensis disse...

Pela parte que me toca um grande Bem-Haja ao Autor do Blog pelos temas sobre Leiria, minha cidade, onde vivi na adolescência na rua Eça de Queiroz e também no 2º.andar por cima da tipografia Leiriense.
Quantas recordações!