2010/06/12

Do Castelo de Leiria para todo o Mundo




Esta noite, em Leiria. Os radioamadores da ARAL estão em contacto com todo o Mundo via rádio, nas bandas de amador. Já estabeleceram centenas de contactos com cerca de meia centena de países...


E a noite ainda é uma criança!...

nb: Ver o post anterior para melhor se perceber o porquê destas andanças em que os amadores da rádio se envolvem. Por mero gosto pelas telecomunicações via rádio e pelo prazer de comunicar e cooperar nas mais variadas oportunidades!...
Posted by Picasa

2 comentários:

as-nunes disse...

Alô,

Sabem como é que os radioamadores actuam em termos práticos, nas suas comunicações?
Ora bem. Um radioamador não tem uma estação de radiodifusão, sempre no ar, com o conteúdo que bem entende.
Um radioamador é, antes de mais, um amante da rádio. Digo bem. Alguns até têm problemas com as mulheres, que se sentem colocadas em segundo plano em termos de paixão. eheheh

O radioamador emite nas frequências determinadas em convenções internacionais e nos vários modos, entre os quais modos digitais (somos os primeiros praticantes desta modalidade...) incluindo comunicação através de satélite.

Ligam o seu emissor/receptor, escolhem uma frequência livre e começam a chamar para quem quer que seja onde quer que esteja:
CQ, CQ, CQ de CT1CIR (indicativo oficial português, entre outros).
Normalmente, em onda curtam tentamos falar Inglês (muitas vezes macarrónico, ma slá nos vamos entendendo por esse Mundo fora, até com os Chineses, Japoneses, Russos, etct etc).
QRZ - está alguém à escuta?
terminamos assim a chamada. Passamos à escuta. Os sinais que recebemos podem ser quase inaudíveis, mas já temos o ouvido de tal maneira treinado que ouvimos o que outras pessoas não conseguem.

Imaginando que somos escutados por um Japonês e este responde à chamada:
Identifica-se com um indicativo do género JA1EDT (Juliette Alpha one Echo Delta Tango - linguagem fonética internacional). É que em fonia, nas comunicações a longa distância, é por vezes, muito difícil apanhar as palavras completas logo à primeira.

A partir daí damos a indicação da intensidade e qualidade que estamos a captar: 5/9 quer dizer qualidade Boa, intensidade forte.
E pronto. Começamos a falar do tempo, dos nomes , das cidades, dos equipamentos. Não podemos falar de política nem de religião.

E ainda há os que são autênticos experts e investigadores na área das telecomunicações e da electrónica.

VÁ AO CASTELO DE LEIRIA, hoje 12 de Junho, 16 horas. Vai ser apresentado um livro de fotografias, abarcando imagens do Castelo e de toda a sua abrangência citadina.

E muito mais se poderia dizer...
Bom fim de semana a todos

António

Eddy Nelson disse...

Amigo António, um autêntico fascinio!!! Um dia vou experimentar!!! como deve ser extraordinária e mágica essa "procura" de vozes infinitas...

Um abraço