2010/09/04

Fontes de vida!...



Fontes...


Nascentes
do Liz
reluzentes
frescura de petiz


Natureza estival
mantém-te assim
tão belo milheiral
esperança sem fim


Mais abaixo
ambiente desfigurado
haja que seja um só seixo
De novo será mudado


Assim seja!...

-
(repare-se no contraste, post a seguir, 5 km abaixo, no mesmo rio?!...)
Posted by Picasa

6 comentários:

carol disse...

Este António é mesmo um apaixonado por Leiria! Parabéns!

as-nunes disse...

Sem dúvida, Carol.

Leiria é a minha terra. Tal como Viseu. Em pé de igualdade, com a única diferença de que nasci em Viseu.

Luís Coelho disse...

A nascente natural não é um pouco mais acima ...?
Já não passo por aí há muito tempo, mas a imagem mais bonita é a nascente principal.
Obrigado pelas fotos estão muito boas.

as-nunes disse...

É verdade, Luís, a nascente principal é mais acima. Está muito sumida. No entanto parece que até à ponte ao pé da capela a água aparece vinda de fontes no fundo leito do rio iniciante.
Obrigado sou eu por teres gostado das fotos.

arte por um canudo 2 disse...

Lindo!..Ai se as fontes da vida se mantivessem assim!.Que belo seria o mundo.E o poema vem mesmo a calhar.Gr. abraço António

ANA PAULA disse...

Leiria tem por obrigação, estar lisonjeada com tão bela homenagem.
Parabéns António Adorei o poema e as fotos.
Beijinho!!