2010/10/05

Um 5 de Outubro inesquecível


5 de Outubro de 1968
Posted by Picasa

12 comentários:

as-nunes disse...

Viva a República!

Que os reais Republicanos se comportem de acordo com os ideais de Liberdade, Igualdade, Fraternidade, como os Revolucionários de há duzentos anos se comprometeram para com o Povo Português!

Luís Coelho disse...

Esse casamento foi já chão que deu uvas e agora vivem apenas pelos seus interesses.
Já não vêem nem sentem a revolta e ainda menos o desconforto deste povo.

Isa disse...

Foi o seu casamento, nesse 5 de Outubro de 68?
Estavam tão elegantes!
Que noiva linda!
Parabéns,Felicidades.
Beijo.
isa.

Alda M. Maia disse...

PARABÉNS!
Um lindo par, mas o contributo da beleza da noiva é mais pesado - tenha paciência, Senhor Noivo!

Um grande abraço de muita estima e simpatia para dois
Alda

carol disse...

Uau, António! Muitíssimos parabéns!
Que inocência! Que candura! Contem muitos mais anos "republicanos" cheios de amor e carinho.
Beijo.

Graça Pires disse...

Parabéns por tantos anos de amor.
Beijos.

Bruno Nunes disse...

Aieee. Parabéns.. Atrasados... Que vergonha! ;)

PS - Já me tinha esquecido de como eras fininho! :)

as-nunes disse...

ADENDA

Como é de ver quando acima referia 200 anos da nossa República, estava de prego a fundo.

Venho agora reduzir para os 100.
E sou eu TOC!...

rosa-branca disse...

Parabéns e muitas felicidades. O noivo estava lindo mas a noiva brilhava tal sol nascente e reluzente. Beijos com carinho aos dois

Isa disse...

Tentei fazer uma moldura pq achei
deliciosa a foto.
Mas ñ me saiu bem...Ainda ñ estou
"mestre"...
Beijo para ambos.
isa.

as-nunes disse...

Muito obrigado Isa, pela simpática iniciativa.

Estas maravilhas das novas tecnologias digitais do tratamento da imagem e outras (um mundo infinitamente cada vez maior e mais intrincado) põem-nos, cada dia que passa, à prova.

Está a transformar-se quase que como numa nova escravatura. Estamos a ser como que obrigados a manter uma actualização quase ao segundo. O Homem não foi feito para ser um robot.
Será que para lá vamos a caminhar?

Bj
António

as-nunes disse...

O casal de então, e de agora, agradece embevecido, as vossas visitas carinhosas.

Estava o António já no Lumiar (na EPAM-Escola Prática de Administração Militar), 1º cadete (punham-nos uma divisa com duas estrelas eheh), o meu capitão da companhia, o Valério, deu-me um castigo e estava de serviço no dia do casamento, lá me desenrasquei eheh), deram-me dois dias de férias eheh, cheguei ao quartel levei com mais 15 dias privado de sair do quartel eheh, ia-me dando um fanico eheh,
et voilá

Meses depois estávamos a viajar de avião para Moçambique, eu mobilizado para a zona de Nampula, a Zaida fez questão em também ir eheh, já a nossa Inês tinha 7 meses eheh

Ainda hei-de escrever um romance baseado nesta nossa vida eheh

Ora digam lá que esta Juventude não se comportou com roda a galhardia!?

Beijos e abraços
António e Zaida