2010/12/06

Porto de Mós: Um Sábado siberiano sob olhares diversos

Porto de Mós. Acompanhei a equipa de Futebol sub-13 da Academia da União Desportiva de Leiria. Ao chegar ao complexo desportivo, logo à entrada quem vem do IC2, deparámo-nos com este pato (pato bravo? que os há, nesta zona, vale do rio Lena, a caminho de Leiria), ar desconfiado...
Sem sair da zona do campo de futebol, relvado sintético, lá estava o altivo e histórico Castelo de Porto de Mós a desejar-nos "Boas Festas". Obrigadinho, Portomosenses, que bem precisados estamos todos, de apoio psicológico para enfrentarmos o monstro da "crise", sempre presente!...
Do mesmo local, tive o prazer de observar em voo e a pairar no meio de um vento gélido vindo de Sul, do lado da Serra dos Candeeiros (Casal Ventoso), um, entre vários, Milhafre. O que me valeu foi a objectiva que estava a usar, uma 50-500 mm. Registos fotográficos únicos!
O meu neto, o Guilherme, em plena acção, no decorrer do jogo Portomosense, 0 - UDL, 9 . Foi um jogo interessante e o Guilherme (o 31) marcou dois golos de fino recorte técnico.

Em Portugal fez-se sentir um frio cortante, no passado Sábado. No intervalo deste jogo, eu e os árbitros aproveitámos para dar uns toques na bola, junto a uma baliza, para aquecer. Ainda consegui reviver os momentos inesquecíveis dos meus tempos de jovem, a jogar futebol, sempre a Guarda-Redes. Não gosto de me gabar. Mas para quem ainda se lembra do futebol dos anos 60, cheguei a ser apelidado pelos meus colegas de turma, de Yashin. Lembram-se de quem foi Yashin?(ao lado, foto da Net) Lembram-se do célebre jogo do Mundial de 1966 em que o Eusébio lhe marcou, de «pénalty», o golo que nos alcandorou ao 3º lugar daquele mítico Campeonato do Mundo?

Que tempos aqueles!...
Posted by Picasa

3 comentários:

carol disse...

Eu cá não me lembro de nada porque nunca fui do género desportivo. Mas sei é de um avô babado que, num dia gelado como esteve no sábado, em que mais apetecia estar ao borralho, se "despencou" para a Serra de Aire, que é gelada, para acompanhar e ver o menino n.º 31 a meter golos "de fino recorte técnico"!
Bem hajam os avôs babados!!!
Beijinho

relogio.de.corda disse...

Mais uns km e estava na minha Parvolândia da Serra!

as-nunes disse...

Bom dia, «carol» e «relogio.de.corda», obrigado pela vossa visita.
Somos vizinhos, isso deve significar alguma coisa, é bom saber que os nossos vizinhos nos apoiam mutuamente, nem que seja com um aceno de mão virtual.
É que se verifica uma coisa muito singular. Deparo-me, frequentemente, com casos de blogues da nossa região, que vivem completamente de costas viradas uns para os outros.
É certo que não temos que gostar instintivamente uns dos outros. Haverá até casos em que ressalta imediatamente uma antipatia pessoal, sem explicação.
Paciência, siga a rusga... (conhecem esta expressão? é muito antiga e trouxe-a de Viseu, há muitos aaannnoosss!)

Um abraço, bom feriado!
António