2011/03/30

Lourais - Barreira - Cortes: D´além e d´aquém rio Lis




Ares Primaveris 
olhar gaiteiro 
Lourais do rio Lis 
silêncio inteiro 


Sair de casa 
caminhar 
observar 
pairar o olhar 
apoiado na asa


 dum milhafre sobre o vale do rio mais bucólico e inspirador de poetas que há no mundo!... 
-
Como que ouvimos, 


Francisco Rodrigues Lobo 
Afonso Lopes Vieira 
Acácio de Paiva 
José Marques da Cruz 


e outros 
tantos!...
-
Quem diz 
que este país
dobrada a cerviz
está por um triz!?...

4 comentários:

Rosa dos Ventos disse...

Este país onde corre o rio Lis nunca estará por um triz! :-))

Abraço

as-nunes disse...

Lá isso é verdade. Pelo menos é o que eu sinto. Como é que andam por aí uns meninos de gravata e palavras mais palavras que não vêm o país que somos, de facto?

Pois é, andam entretidos nas intrigas palacianas e até se esquecem que o país real está noutra dimensão, muito maior que a mesquinhez dos princípios que os orientam,na maioria dos casos.

Um abraço amigo

carol disse...

E os gatos sempre presentes, não é? Tão elegantes, sempre! Mesmo quando são gordos...

António, tenho um selo para si, lá nos Picos.
Beijinhos

as-nunes disse...

Muito obrigado, Carol

Fico-lhe muito grato pela atenção que me dispensa, duplamente demonstrada pelas visitas que me faz, pelos comentários, sempre muito bem recebidos e melhor tecidos, o que me traz muita satisfação.

Quanto aos gatos, é uma sina cá de casa. E não só os de casa. Qualquer dia tenho que pedir ajuda ao Banco Alimentar contra a fome dos animais - se não houver tem que se inventar um.

Beijinhos