2011/05/15

Pombal num Sábado estival


Hoje tirei toda a manhã para acompanhar o meu neto ( a irmã também quis ir, para confraternizar...) e a equipa de Futebol da União Desportiva de Leiria, da classe dos rapazes que estão a passar para os treze anos. 
Aliás, o Guilherme e a sua mãe,  juntaram familiares e amigos, da parte da tarde, em sua casa, para apagar as 13 velas da praxe. Claro, não podia faltar um bolo com um campo de futebol e a equipa do FCP, oferta da avó Zaida!
Força Guilherme, a vida é uma luta permanente, temos que a enfrentar com determinação. Como tu és capaz, bem se vê!


Fomos a Pombal.
Há muito tempo que não ia para aquelas bandas, agora que o IC2 deixou de ser uma via que eu utilizei, durante décadas, diariamente.
Lá está a silhueta do Castelo de Pombal, cegonhas empoleiradas num dos sítios mais altos da cidade, fartei-me de lhes tirar fotografias, consegui observar as movimentações dos progenitores e dos filhotes, impávidos ao movimento da cidade e ao jogo que colocou em confronto futebolístico as equipas da União de Leiria e do Paulo Roma (Paulo?, acho que sim...).
Os rapazes da UDL lá ganharam 7 contra 3 golos dos das camisolas laranja.


Segundo julgo perceber andam a fazer uns jogos para apurar a classificação de várias equipas para um Torneio, já a cheirar a final de época.
Na foto, o 31 da UDL, o Guilherme ( tem andado hesitante, se Guilherme se Moura, para nome "artístico") numa jogada de médio-ala pela esquerda. Parece que tem jeito, o rapaz.
Até me ouvi a gritar para o campo, como se fosse treinador:
- vai, vai...chuta agora!
E então não é que até deu uma jogada de golo de belo efeito, para abrir o activo?


Estava cá uma brasa, o tempo, apesar de estarmos ali mesmo à beirinha do rio! 
Que até leva boa água, por sinal!...


@as-nunes
Posted by Picasa

9 comentários:

Luís Coelho disse...

Mas que belo relato...
Já me pareciam aqueles relatos da telefonia, em tempos que já lá vão mas que sempre nos acompanham.

Um avô e pêras. Sempre na linha de apoio e ajuda aos netinhos... Que Deus te ajude e que eles sejam sempre teus verdadeiros amigos.

Agradeço muito o carinho deixado em lidacoelho.

tulipa disse...

Aqui estou, mais uma vez, abrindo o meu coração para os amigos e convido-o a ver o meu último post nos "Momentos Perfeitos":

ONTEM...SÓ ONTEM
Aliás, queria que muitos mais dias da minha vida fossem como ontem.
Queria que muitas semanas da minha vida fossem como esta semana.
Uma semana de emoções lindas, puras e fortes.
Interrogo-me: como é que o meu coração aguenta tantas emoções?
A minha vida é difícil, muito difícil.
...
...

Mas a realidade é outra e ouço o meu nome, chamam-me para ir receber o meu 1º prémio num concurso de fotografia; de seguida, nada mais ouvi, os olhos apontados para o chão e os pés levaram-me até ao palco onde me senti num outro universo.
O MEU UNIVERSO!!!

Meu Amigo
Gosto muito do seu universo de histórias familiares e outras vezes lições de geografia!
Vou sabendo dos passeios com os netos, visita a Pombal, o rio por perto...enfim.
Beijos.

Isabel Soares disse...

Parabéns ao neto, ao avô e a toda a família pela disponibilidade para amar os mais novinhos.

As fotos, como sempre, estão óptimas. Gosto imenso dos registos de ninhos com cegonhas.

carol disse...

O que um avô não faz pelos netos!!! Até vai a Pombal com um calor destes! É assim mesmo. E ainda por cima, ganharam! Isso é que é! Os miúdos adoram!

Olhe, e também gosto da fotografia do castelo com a chaminé alta, com o ninho de cegonha.

al cardoso disse...

Caro Antonio:

Desculpe muitas vezes nao deixar rasto, mas venho aqui muitas vezes.
Caramba nao admira que esteja a ficar velho, (eu) ja 13 anos?!
Olhe eu creio que como nome artistico, fica muito melhor Guilherme, porque e bonito e por outras coisas que o amigo tambem sabe.

Um abraco e, veja la se pode ir ate a Beira mais alta este Julho.

as-nunes disse...

Queridos amigos/as, muito obrigado pela vossa simpatia em deixarem aqui o vosso cartão de visita e, mais, todas estas palavras, escritas na hora.

Sabe sempre bem sentirmos algum retorno do que vamos lançando ao éter da blogosfera/internet. São infinitos os textos, fotografias, música, efeitos múltiplos com software cada vez mais sofisticado, que são disponibilizados segundo a segundo, ao nanosegundo ou menos...

É caso para nos questionarmos: tanta informação, tão pouco tempo!...

Por isso, também, muito obrigado por aqui virem e deixarem sinal da vossa presença.
Às vezes sentimo-nos sós no meio desta imensidão de gente e dos seus próprios mundos!...

Uff...

Abraços
António

elvira carvalho disse...

Passei por lá no dia 25 de Abril.
Os netos são o nosso encanto, e sempre nos mostram alguma coisa que não conseguimos enxergar com os filhos talvez porque estivéssemos demasiado ocupados com a preparação do seu futuro.
Gostei das fotos.
Um abraço

as-nunes disse...

Obrigado, Elvira, pela sua passagem tão simpática, por este sítio.

Um abraço

Paulino disse...

É Pedro Roma, permita-me a correcção, do histórico guarda-redes da Académica.