2011/06/02

Sentido obrigatório?!...

Chegou a hora!?...


De quê?
Obrigatório virar à direita? Assim perspectivam os sinais!...


O relógio da Torre Sineira da Sé de Leiria, embora com um adiantamento de 5 minutos, há já uns bons anos, lá dá as horas, indiferente às emoções dos homens.


Os sinos tocam, às vezes... ainda que os possamos "ouvir" - sempre que nos apetecer - ao ler Eça de Queiroz, Acácio de Paiva e outros!...


Na terceira foto, uma perspectiva gaiteira e romântica de Leiria, quem desce a Rua Cónego Sebastião da Costa Brites, a rua que leva lá acima ao Castelo, que se veste todas as Primaveras, desde que me lembro, com este contraste deslumbrante!...


Desde 1966 
que subo esta calçada
e torno a subir


até quando?
@as-nunes
Posted by Picasa

4 comentários:

carol disse...

Até daqui a muitos anos, pois então?!

Quanto a termos de virar à direita, meu amigo, trata-sa da alternância democrática. Mas em breve nos veremos obrigados a virar de novo à esquerda... É que a direita só sabe governar em tempo de "vacas gordas"...

Henrique ANTUNES FERREIRA disse...

Antóniamigo

Pozé, nunca mais foste à Travessa. Porquê? Tratei-te mal? Insultei-te? Ofendi-te? Saíste-me uma boa peça, cada duas é um par...

Passo pelo da Carol, como se diz em alentejanês, é toma: lá estás tu. E não te lembraste do Renato Carosone, do Marino Marini e desses todos.

És um esquecido militante. Não me admira que não vás ao meu tugúrio, onde decorre um PASSATEMPO/CONCURSO com dez prémios e tudo, entre livros e CD.

Prontos (sem s), já desabafei

Abç

deep disse...

Há-de ser por muitos anos!

Buganvílias na terceira imagem? Adoro buganvílias.

Um abraço e votos de um óptimo fim de semana (sem hífen, como manda o novo acordo)

as-nunes disse...

Antes de mais, ó querido amigo Henrique

Nã estou nada chateado, nã senhor!
É que te tenho recebido cá em casa com toda a atenção.

Retribuir as tuas visitas (por e-mail, principalmente) é que a preguiça (má educação por essa via, pois então, temos que dar a mão à palmatória) não me tem deixado bulir como deve ser, como mandam os cânones!

Prometo (ena como o Inferno está cheio!...) que vou passar a estar mais atento.

Toma lá um abraço sincero,
António