2011/08/20

Leiria em dias de jogos do Benfica na Televisão vs reflexões...

Duma varanda da Rua dos Lourais observava-se esta bela perspectiva sobre as Cortes, Serra da Maunça...eram p´raí umas 18h30 tmg da passada Terça-Feira.

Já são perto das 20h45.  Não fosse momento de Benfica internacional na TV e teríamos filas contínuas de automóveis a dirigirem-se para o novo santuário do consumo em Leiria.
Boa noite. Dirijo esta saudação particular a quem, eventualmente, passe por este sítio imediatamente a seguir à publicação deste post. Mesmo assim, deverá estar localizado geograficamente, aqui, à volta das proximidades do meridiano de Greenwich(*),  claro está, partindo do princípio que se apercebe das minhas coordenadas através do meu perfil de blogger (bloguista? blogueiro? ainda não decidimos - os utilizadores da língua portuguesa - se vamos aportuguesar este termo ou se o acabaremos por introduzir no nosso dicionário como um anglicismo).
Bom dia, boa tarde ou boa noite - como dizia Artur Agostinho - nas suas reportagens radiofónicas para todo o mundo, em onda curta.

A minha ideia, ao colocar aqui estas fotografias, era, basicamente, dar nota da minha presença activa neste blog (ou blogue? ou Diário?), aproveitando o ensejo para mostrar ao mundo dos frequentadores da blogosfera (já estamos a aportuguesar esta expressão...a ver vamos) mais dois instantâneos de Leiria que me captaram a atenção (e não é só de agora) por estes dias. Concretamente, no dia do jogo de futebol Twente-Benfica, fase de apuramento para o Play-off da Liga dos Clubes Campeões Europeus de Futebol. Parece que o Benfica estará bem encaminhado, depois do jogo que fez e do resultado, um empate a dois golos.

A segunda foto, tirei-a da varanda dum casal amigo, a Luísa e o Soares Duarte, justamente no intervalo daquele dito jogo. Já vem sendo habitual, nos últimos tempos, juntarmo-nos para ver os jogos do Benfica que passam na SportTV. Sempre aproveitamos a ocasião para convivermos um pouco e combinarmos umas sortidas para as nossas lides literárias, aqui e ali, 
(Leiria, Batalha, Alcanena, Nazaré, para já não falar da ACLAL em Castro Daire e da Associação de Apoio e Preservação da Língua Portuguesa, em Viseu - vamos lá a ver, também, no que é que esta ideia vai dar). 
A rádio também teve o seu tempo, pela mão de Soares Duarte... Apetece-me perguntar-lhe, aqui e agora, se vai deixar que algumas contrariedades da vida, da idade (ainda está para as curvas, caríssimo amigo) lhe interrompam o seu gosto pela participação activa aos microfones de uma estação de rádio, com o seu estilo e programas inconfundíveis.

A fotografia que registei em primeiro lugar constitui um momento que não me canso de fixar na objectiva da minha máquina fotográfica, uma Nikon D50 com teleobjectiva Sigma APO DG, 70-300 mm.
Estávamos, eu e a Zaida, a prepararmo-nos para sair de casa por causa do jogo do Benfica. A Zaida acompanha-me, mas, tal como a Luísa, só se apercebem do resultado do jogo através das nossas observações mais acaloradas ou mais críticas, às vezes algo azedas.

E com isto tudo parece-me que já não será muito conveniente prolongar este apontamento.

Cá vamos andando, meus amigos/as!...
-
(*) Obviamente que estou a exagerar. Será noite na parte do planeta Terra em que o Sol está abaixo do horizonte. Desculpem lá, não estou a ensinar nada a ninguém. Simplesmente estou a tentar ser o mais correcto possível na forma de me exprimir.
Já que estou nesta de me confessar e de apelar à benevolência dos meus leitores:
À medida que este meu blogue vai amadurecendo com o tempo também eu vou sentindo cada vez mais necessidade/dificuldade em impedir que as gralhas pousem aqui e ali sem eu dar por isso, seja por distracção, seja por ignorância da minha parte. A verdade é que esta minha disposição de me pôr para aqui a escrever sobre tudo e mais alguma coisa colocam-me, com muita frequência, perante as  limitações intrínsecas à minha qualidade de amador em muitas áreas que ouso abordar sem que, para tal, tenha a preparação cultural adequada. Quantas vezes, movido pela curiosidade e espanto de ignorante, não me permito a veleidade de escrever sobre temas que não domino. Bem me esforço por estudar a matéria mas nem sempre consigo aprender o suficiente.
Das possíveis imprecisões resultantes das condicionantes que vos acabei de referir, quero, desde já, penitenciar-me, agradecendo todas as dicas que possam considerar pertinentes.

Posted by Picasa

4 comentários:

Alda M. Maia disse...

Ciao, António.

Abstenho-me de comentar as lindas fotografias, pois acho-as sempre interessantes.
Quanto à sua paixão benfiquista, as únicas paginas dos jornais onde apenas leio os títulos (ou passo à frente) são as páginas dedicadas ao desporto.
Se o Porto faz bela figura, todavia, alongo a leitura… mas nem sempre.

A última parte do seu texto, digamos, o “post-scriptum”, li-o duas vezes: “perante as limitações intrínsecas à minha qualidade de amador em muitas áreas que ouso abordar”… - assim escreve o António.

Ousa abordar?!!! Se não “ousássemos” abordar o que nos impressiona, o que nos chama mais a atenção, acha que o seu blogue teria a mesma vivacidade, variedade de temas curiosos e interessantes, rico de informações sobre a sua Leiria e sobre as actividades culturais que se verificam nessa região, enriquecendo-as com as suas impressões e opiniões?

Espero que continue a ousar. E está muito, muito longe de dever penitenciar-se do que quer que seja.

Um abraço, um beijinho à Zaida e bom fim-de-semana.
Alda

as-nunes disse...

Ciao, ciao, Alda

Estava, agora mesmo, a preparar-me para ir outra vez até casa do meu amigo Soares Duarte - hoje joga, de novo, o SLB, na SportTv - quando me lembrei de vir aqui dar uma vista de olhos.

Estou muito contente por ler este seu comentário. Pode crer que, vindo de quem vem, me sinto muito lisonjeado.
Tenho consciência das minhas limitações mas ninguém me obriga a abrir esta janela de mim próprio, não digo de par em par, mas que está sempre aberta de maneira a permitir circular o ar, lá isso é uma grande verdade.

Portanto, cá irei seguindo este caminho que é o que consigo trilhar.
O meu blogue é um grande companheiro, um amigo do coração, que me atura até ao limite. Mais uma razão para ter de agradecer, penhoradamente, a todos os amigos que por aqui passam, umas vezes nem se dá por eles, mas eu sei que cá estiveram, outras vão dizendo olá e das suas opiniões acerca dos temas que proponho.

Muito obrigado pela sua amabilidade e pelas suas palavras carinhosas que me endereçou.
Fiquei mais animado...sabe, às vezes fica-se naquela indecisão se não estaremos a abusar da paciência dos nossos amigos!
...
Aceite uma abraço de amizade e um beijinho afectuoso da Zaida.
Pode ser que um dia destes ainda nos possamos encontrar por aí. Quem sabe, ainda este ano, não iremos uns dias para o Norte. Ando com umas saudades do Marão!...

António

Rosa dos Ventos disse...

Gosto muito de ver Leiria da Senhora do Monte!
Quanto ao Benfica nada a referir! :-))
O meu meridiano já fica no Ribatejo...Norte!

Abraço

as-nunes disse...

Rosa dos Ventos

Não há dúvida que a vista panorâmica que se consegue desfrutar desde a encosta do outro lado do rio Lis é espectacular.
Não me canso de a fotografar. Aliás o ângulo sob o qual se aborda a Sra. do Monte e as Serras ao lado, no enfiamento da Serra d´Aire e Candeeiros é privilegiadíssimo.

Acabei de chegar de casa de Soares e Luísa Soares Duarte, nos Parceiros. Regressámos precipitadamente, em pleno incêndio provocado por um curto-circuito (provavelmente), que grassava precisamente na zona dos Parceiros. O calor ambiente é sufocante, dasabou uma tempestade só de vento (quentíssimo) e o fogo rapidamente estava-se a espalhar.
Já nem vi o resto do jogo na TV.
Estamos a telefonar para saber como vão as coisas lá para os lados dos Parceiros (parece que no Brogal é que o fogo está mais activo).

Por aqui, quando chegámos a casa, deparámos com vasos partidos, ramos de árvores por toda a varanda, deve ter andado por aqui uma sarabanda à antiga, com o vento Sul a dançar desenvolto e rufia.

Entretanto, o Benfica lá acabou por ganhar o jogo, mas o Feirense deu muito que fazer no Estádio da Luz.

Fiz uma reportagem fotográfica incrível do fogo desde o início. O vento em fúria é o melhor aliado destes fogos de Verão!...