2011/08/28

Leiria: da ponte da Ribeira do Sirol

Distância focal: 105 mm; abertura: 5.6; velocidade: 1/500
Distância focal: 225 mm; abertura: 4.5; velocidade: 1/1000
Isto é que é equilibrismo! 
Claro, o fotógrafo estava lá!...

Fotografias capturadas(*) nas seguintes condições:
Local: viaduto e ponte da ribeira do Sirol, Pousos-Leiria;
Tempo meteorológico: meio-dia, finais de Agosto, temperatura 26 º C, sem vento (quer dizer, uns 30 Km), luminosidade perfeita para a hora;
Máquina: Nikon D5o:
Teleobjectiva Sigma APO DG 70-300 mm 1:4-5.6
Utilizei o modo automático. Funciona muito bem com a abertura do diafragma e velocidade do obturador perfeitos, na maior parte das situações.
-
NOTAS breves:
(*) Levanta-se aqui a questão de qual o vocábulo mais adequado a este acto de tirar fotografias. Devemos dizer capturar ou captar uma fotografia?
Antes de mais, penso que devemos definir o que se deve entender, em bom rigor, por fotografia. Segundo o Dicionário Houaisss da Língua Portuguesa, Ed. 2003: fotografia - imagem obtida sobre uma superfície fotossensível pela acção de energia radiante, especialmente a luz. Claro que na era digital a superfície fotossensível terá de se considerar, na fase da captura da imagem e/ou do seu armazenamento, o espaço de memória digital constituído por uma quantidade variável de posições binárias (bits, pixels...) cuja dimensão digital dependerá, obviamente, da maior ou menor resolução da foto (Hoje em dia as máquinas fotográficas digitais já são dotadas de tecnologia que permite resoluções de 10 e mais Megabytes - muitos mais, também já as temos ao nosso dispor). A representação visual das fotos digitais é feita através da tecnologia da tela LCD, seja na própria máquina seja através de ligações ao computador seja directamente a uma tela externa (a maior parte dos receptores de televisão tem esta opção, cada vez mais sofisticada).


Resolve-se facilmente este dilema se continuarmos a usar o termo simples e de uso corrente: tirar uma fotografia.
Há quem diga: tomar uma fotografia; fotografia tomada...
NB.: 
Na literatura que existe na actualidade está a usar-se muito o termo capturar. A verdade é que quando tiramos uma fotografia estamos a capturar uma imagem, a fixá-la, a torná-la estática, a representar um momento determinado no tempo, no lugar, da imagem fotografada por um processo bem definido e pela forma como é usado pelo seu autor.
-
A fotografia, como arte e como ciência, é um tema aliciante.
Por mim, apesar de já tirar fotografias há décadas, continuo um simples amador. Mas com muita vontade de aprender e de me aperfeiçoar tecnicamente.
A qualidade e valor da fotografia já é outra história, muito mais sensível!

@as-nunes
Posted by Picasa

8 comentários:

Catarina disse...

: )
Muito bem. E como as fotos sairam profissionais! : )
Abraço

as-nunes disse...

Sim sra. Atenta às operações, muito lhe agradeço a espontaneidade dos seus comentários.

Hoje apeteceu-me deixar só as fotos.
Elas falam por si. Até se podem ler, se quisermos...

Um abraço

Catarina disse...

Já tentei lê-las, sim! : )

elvira carvalho disse...

Gostei das fotos. Quanto ao resto sempre me habituei ao "tirar fotografias" e eu sou uma mulher de hábitos.
Um abraço e uma boa semana

carol disse...

Ó António, ainda bem que "catpa" estas belas imagens para eu dar umas voltinhas por Leiria...

Beijinhos e... continue!

as-nunes disse...

Parece-me bem que me ando a meter por caminhos ínvios...
que diabo, como é que me ocorreu esta palavra, precisamente agora, que estamos a tratar de caminhos captados/capturados por estas fotografias?

Vou mas é continuar a tirar fotografias, ao meu jeito, que é o que gosto de fazer.
Obrigado pela vossa simpatia, agradecimento extensivo ao meu amigo S.D.

arte por um canudo 2 disse...

Nem me atrevo a entrar na discussão do assunto.Por mim, basta tirar umas fotos. Acho que fica bem..Vou tirar umas fotos.Capturar parece um termo muito pesado e cheio de conatações. Viva amigo António!. Já uns tempitos que não dizia nada por aqui embora vá passando uma vista de olhos.Espero tb que essas férias tenham sido ótimas. Gr. abraço

Rosa dos Ventos disse...

A minha entrada para Leiria durante tantos anos!
Parabéns ao excelente fotógrafo e à sua excelente técnica!

Abraço