2011/08/26

O Verão já acabou


Antes que o Verão acabe de vez...



TUDO MUDA


Tudo muda. Começar de novo
Podes fazê-lo no último fôlego.
Mas o que aconteceu, aconteceu. E a água
Que puseste no vinho, não a podes
Já de novo deitar fora.


O que aconteceu, aconteceu. A água
Que puseste no vinho, não a podes
Já de novo deitar fora, porém
Tudo muda. Começar de novo
Podes fazê-lo no último fôlego.


Bertolt Brecht
Posted by Picasa

12 comentários:

Catarina disse...

O verão não acaba em setembro?! Oh! não....
Bom fim de semana : )

as-nunes disse...

Obrigado Catarina

Sempre em cima do acontecimento.
Já não sei que diga - talvez já nem saiba o que digo...

Tantas incertezas!
Mas há que resistir até ao último fôlego.

Bom fim de semana, também.

carol disse...

Tudo muda. Tudo se renova. Tudo renasce. E é por isso que a esperança nunca morre. Amanhã há de ser melhor que hoje.

Bom fim de semana

Eddy Nelson disse...

Amigo A. Nunes, belíssima escolha deste poema. porém, penso que o verão retomará os seus designíos até meados de setembro....

abraço desde as terras raianas

Luís Coelho disse...

Bom dia

Tudo muda menos a água que se mete no vinho e o tornou em água-pé.

O Verão dá lugar ao Outono. As cores que existem nas folhas e lhes vão dando um colorido especial também mudam e tudo tem vida e magia.

Justine disse...

Foi o "verão do nosso descontentamento"...mas o caminho, como Brecht sabia, é seguir em frente, é começar sempre de novo, todos os dias!
Abraço vizinho:))

as-nunes disse...

Numa coisa, muito prosaica, temos que estar de acordo.

As mudanças políticas (POLÍTICAS, digo bem) que se verificaram no nosso país, com a promessa de que íamos mudar o nosso mundo, que passaria a ser mais solidário, menos boysiano, menos TGV, menos Despesa Pública, menos diferenças gritantes entre ricos e pobres, não serem sempre os mesmos a pagarem a crise
(já andamos nisto desde o PREC, dos PEC, agora dos memorandos com a Troika, do Governo mais papista que o Papa, dos ricos que não são ricos mas simplesmente assalariados)
estão a resultar em quê?
- Que os anúncios e alterações para ser o Zé a pagar têm sido feitos em catadupa enquanto andamos distraídos com uma amostra de férias...
- Que o Verão vai acabar, necessariamente, antes de tempo (já acabou) que, a partir de segunda-feira, vai o maralhal tomar consciência de muitas mexedelas no seu já depauperado estilo de vida.
-
De qualquer modo, que bela é esta época da Natureza, depende muito simplesmente de nós, descobrirmos o ângulo sob o qual observamos o que se passa à nossa volta.

Ai, mas o pensamento, um cavalo à solta, em correria desabrida, por vezes à desfilada, quem o segura?!...

Carol
Hoje é outro dia, sim. Que rica manhã soalheira, luminosa, calma, não bole uma palhinha...

Bom fim de semana para todos,

Rosa dos Ventos disse...

Tudo muda, tudo se renova na Natureza!
No ser humano a renovação só pode dar-se ao nível interior, exteriormente mudamos e não nos renovamos!

Abraço

relogio.de.corda disse...

Eu confesso que me sinto desiludida com o Verão de 2011.
Parece que vai acabar um Verão que mal conseguiu dar os primeiros passos.

rouxinol de Bernardim disse...

Às vezes até faz falta... deitar água no vinho... nao é pecado é uma obra de caridade...lool :)

as-nunes disse...

Aproveitem hoje, que o Agosto parece que está distraído!...

Estaremos mesmo em Agosto?!
Eu já me fazia no limbo, entre Agosto e Setembro!...
\ \/ /

arte por um canudo 2 disse...

Tudo muito lindo..imagens e poema. Só é triste o Verão acabar.Gr. abraço.