2011/12/17

Uma garça em Leiria


No rio Lis...
uma garça
cheia de graça
toda empertigada


@asnunes

9 comentários:

Mery disse...

Olá, é linda a foto!
Parabéns pela singela mensagem ...* *
Fique com Deus!
Beijinho, Mery*

Alda M. Maia disse...

Que linda imagem, António! Há quanto tempo que não vejo uma garça!

Um abraço e um beijinno à Zaida

as-nunes disse...

Olá Mery

Há dias vagabundeei um pouco pela zona do açude (nós, cá em Leiria, sabemos onde fica, os mais antigos têm recordações contraditórias) do rio Lis, observei a graça desta garça, a usar as patas, ora a esquerda ora a direita, como rede para apanhar peixe.

Mais um dos enigmas deste planeta, do Universo. E o Homem a tergiversar, a dar-se maneiras de ser superior...sabendo que não é!

Beijinho, Bom Natal

as-nunes disse...

Alda, gosto sempre de a ver por estes lados, embora que só virtualmente.

É assim, cá continuo com esta mania da fotografia, sempre ao natural, sem vontade de mudar para o tratamento digital da imagem.

A Natureza, principalmente estes motivos com o foco a incidir no que a Terra nos mostra e dá.

Espero que esteja bem, que esta época do ano a possa manter em plena forma.

Um abraço, a Zaida retribui o beijinho, qualquer dia vamos ao Norte, para esses lados, a ver se revejo com tempo o meu Porto dos anos 40 e 60, logo ao lado, Gaia, Braga, Leça...

Saudades...

Catarina disse...

as-nunes,
Mas que garça tão linda.
Em outubro também fotografei uma garça, aliás duas; uma era uma garça-azul. Tinha na altura a Nikon comigo e captei alguns movimentos que com a Samsung não teria conseguido. Creio que o as-nunes chegou a ver o post.
Abraço

carol disse...

Que coisa linda! Que romântico, não é? Esta imagem vale para nos lavar a alma contra todas as notícias feias dos nosso telejornais!

Lindo! Lindo!

Fadista disse...

Tem garça!... :-)

isa disse...

Que o Natal seja um símbolo de Amor e Paz, no coração de todos vós.
Feliz Natal cheio de Harmonia e Carinho.
Beijo.
isa.

as-nunes disse...

Muito brigado, Isa, pelos votos de Bom Natal, que retribuo na mesma medida, claro.
Há muito que não passo pelo "momentos meus", mas espero poder ser perdoado.
-
Se se reparar nas minhas últimas entradas não me tenho demorado muito em grandes divagações à volta do tema das minhas fotografias. Tenho, no entanto, uma justificação, dado que fui incumbido de preparar um trabalho que requer a minha atenção redobrada do qual estou em vias de me libertar.

Boas-festas,
sempre atento e venerador, muito obrigado