2011/12/01

Estado crepuscular


Nem é de noite nem é de dia, nem é Barreira nem é Cortes, rua, ora sossegada ora com o ruído de automóveis a subir, só com iluminação pública/natural da via pública ou também com iluminação privada.

Era só para observar as diferenças de tons das cores destas duas fotografias tiradas no mesmo sítio e no mesmo momento (mais coisa menos coisa)...
Interessante, muito interessante.... fronteira, luz, sombra, público, privado... 

Orçamento do Estado Português mais gravoso de que há memória nas últimas décadas. Aprovado pela maioria governamental, cortes e mais cortes, tudo "A Bem da Nação"!

Os meus pensamentos num turbilhão!...

Ah, pois...hoje, por sinal até será o último 1º de Dezembro que vamos comemorar na sorna, com direito a feriado nacional.
Quer dizer, deixa de haver o 1º de Dezembro, ou seja, já não nos interessa por aí além, que em 1 de Dezembro de 1640 nos tenhamos livrado do domínio dos Filipes, nuestros hermanos
E deixem-me que vos diga, não será premonição do que irá acontecer nos tempos mais próximos? Ou nos federamos a nível da União Europeia - política, económica e financeiramente - ou então voltamos à antiga, cada um que trate de si, com a sua própria moeda, fronteiras controladas a rigor, salve-se quem puder!

A Alemanha, mais uma vez, a tramar a Europa! Até parece que serão auto-suficientes, que podem muito bem viver sozinhos!

Foi para isto que, após tratados e mais tratados, assinados e jurados por homens decididos, se lançou a Europa na aventura fantástica que era a ideia duma Europa Unida para o que desse e viesse, mas no sentido do incremento dum verdadeiro espírito de Solidariedade?

Infelizmente parece que este sonho já está a entrar no difuso campo do crepúsculo. Ainda se vêm umas luzes, mas por quanto tempo mais?

Vim aqui só para tagarelar um bocadinho e acabo chamuscado com esta tremenda inquietação destes tempos inquietantes!


penosos   estes pensamentos
cortados em fragmentos
europa   uma riça?
chiça!...
@as-nunes

4 comentários:

Rosa dos Ventos disse...

É o dito...Crepúsculo dos Deuses ou antes " Os Homens Devem Estar Loucos"! :-((

as-nunes disse...

Belos títulos para este meu arrazoado, sempre lhe dava mais coerência, talvez.

Como dar predomínio à nossa razoabilidade ou até à racionalidade, quando estes «dirigentes» da "Europa Unida" se andam a a comportar tão surrealisticamente?!

:(

carol disse...

Chiça, mesmo! O que vai ser de nós?

Sonhadora disse...

Não é de dia, nem é de noite, é apenas mais um recanto bem fotografado com dois tons de cores.
A Bem da Nação vamos ficando com os bolsos vazios.
Os meus pensamentos? Vão para as filhas. Como ajudá-las se me estão a roubar!?
Feriados? no crepúsculo da vida são todos os dias.
Alemanha? Concordo. Está a tramar a Europa.
Vamos tagarelando...
Abraço