2012/01/21

Tudo isto é vida, Leiria de ontem, de hoje, de sempre...




Passámos a tarde
com a Carolina
a fazer horas
a distraí-la
os pais no trabalho
havia que dar tempo
para as horas passarem
e passeámos o tempo
pelas ruas
da Graça
Vasco da Gama
Cândido dos Reis
Gomes Freire
jardim do Rossio
de Luís de Camões
e do Pastor Peregrino
e das tílias
e do meu Ulmeiro
e da árvore do gelo
e da serradilha
praças
e calçadas
do centro de Leiria
5 de Outubro de 1910
Rodrigues Lobo
Miguel Torga
Afonso Lopes Vieira
azulejos nas fachadas
pormenores
varandas
lampiões


chegou a hora
da ecografia
correu tudo bem...


@asnunes 

5 comentários:

Catarina disse...

E assim se passou um dia... : )

as-nunes disse...

Olá Catarina
Veja lá o que a Carolina
nos motivou
para caminhar
horas a fio
nas ruas da cidade

a acompanhar os ponteiros do relógio...

Luís Coelho disse...

E o tempo voou.
Resta-me saber quem mais se divertiu no meio de um passeio assim distribuído.

Cada um na sua medida, mas os avós levaram a maior e melhor fatia.
São recordações que ficam. O passeio com os netos faz rejuvenescer.

Um dia também quero dar estes passeios. Quem sabe se não nos encontraremos por aí...???

Observador disse...

Tudo correu bem.
E não era suposto correr?
A vontade supera (quase) tudo.

:)

Graça Sampaio disse...

Belo mosaico leiriense, sim senhor. Muito bonito. Espero que a Carolina também tenha gostado.

Boa semana.