2012/04/21

Abril traído



Abril sofisticado traído

Que mundo de Abril é este
Ilude-nos com desilusões
Abril tanta esperança trouxeste
Chagas agora nossos corações

Dias de chuva nos olhares
Silêncios interrogações
Terríveis estes esgares
Difusas confusas  emoções

Ao longe mais um milhafre
Impante nas suas  visões
Insuportável odor a enxofre
Sabor amargo a traições

Vergados sob tropelias mil
Leis e Decretos de maldições
Não deixemos que Abril
Se resuma a meros chavões

Leiria, 21 de Abril de 2012
António S Nunes

nota
no original usei a palavra "sofisticado" mas parece-me bem que não segui os conselhos dum dos meus mestres, Miguel Torga. Ele bem deixou escrito que a palavra tem que ser usada com a máxima preocupação e precaução também. Daí eu ter riscado uma e substituí-la por outra, mais direta ao assunto, para quê tantos sofismas e rodeios, não é, Rogério? 
@as-nunes

5 comentários:

Catarina disse...

Parece que abril deixou de fazer sentido... se o esquecerem e nao lutarem por aquilo que ele representou.

Rogério Pereira disse...

Abril sofisticado?
De certeza é esse o titulo do poema?
Não será... Abril atraiçoado?
ou
Abril roubado?
ou
Abril traído?

as-nunes disse...

Caro Rogério, eu vou tentar ser (até quando?) um tanto sofisticado.
De qualquer modo o sentido que eu quis dar à palavra é a de "adulterado", já acrescentei.

Esta mania de, agora que sou sessentão e me deu para ensaiar uns passos de poesia, nem sempre conseguir ser suficientemente convincente!

Falha minha!

Anónimo disse...

Oxalá possamos ver cumprido o espírito de Abril,mas por enquanto o cheiro a enxofre é intenso.Kinkas

as-nunes disse...

Como é que se pode ficar impassível face ao adulterar diário das promessas de Abril de 1974 e dos Governos democráticos que se seguiram?

O canto do cisne começou com Cavaco Silva como Primeiro Ministro, foi ele que começou a abrir a cova da nossa desgraça. Daí para a frente foi ver quem se governava melhor a si aos seus correligionários.

O fim dos monopólios era uma das grandes diretrizes do MFA e da Constituição subsequente.
Agora é ver quem mais joga e usa de sofismas (mentiras sofisticadas) para encher o papo aos milhafres que voam por cima das nossas cabeças à espreita da mínima distração. E a verdade é que o povo se deixou embalar pelo canto das sereias de CS, DB, AG,JS e este grupo de tecnocratas chico espertos neo-liberais, sob a batuta de PPC.

Isto é um fartar vilanagem!