2012/06/22

"Aquele riso com que a vida dais", Leiria é, e muito mais...


Regresso ao Largo da Sé
O meu centro de Leiria
As calçadas empedradas
Quantas vezes palmilhadas
Milhares e milhares
Tanto tempo
Tanta gente



Jovens
Escola
Zaida
(será a moura encantada?
na lenda tão badalada?)
Filhos...
...netos...


Dentro de ti ó Leiria
Minha alma fugidia
Vive e revive o dia
Sozinho te reconhecia
Quanta ansiedade sentia


Dentro de ti continua...
A minha vida, Leiria!...
@as-nunes




"Aquele riso com que a vida dais"(*)
Leiria é tudo isto e muito mais!...


(*) Camões
@as-nunes

7 comentários:

Lídia Borges disse...

Poema a uma bela Senhora - Leiria - a evocar Camões:
"Do Viver me Desapossa aquele
Riso com que a Vida Dais"

Um beijo

Rogério Pereira disse...

Quem ama assim uma terra
mostra-a sempre bela
e quanto prazer tem
também
em viver nela.

as-nunes disse...

Lídia

Não me canso de cantar Leiria, naquilo que ela representa na minha vida, temporal e emocional.

Tanto tempo
Tantas emoções
Tantas ilusões
A vida a correr e eu em competição com ela!

as-nunes disse...

Rogério

É um facto.

Amo esta terra
Aqui desembarquei
Suspenso que nem sei
Como foi que ultrapassei
A ansiedade que encerra
Uma mudança tão severa.

Nesse ano longínquo de 1966
Bem senti as setas vindas das ameias.
Delas me desviei
Como, nem eu sei!

Contra elas
e as portas do Castelo
investi com a força da juventude.
Senti-me um barco à vela
A navegar à bolina.
Valeu a pena.

Sex Jun 22, 06:49:00

Graça Sampaio disse...

E a minha também... ...

Maria Luisa Adães disse...

A conheço de passagem, mas louvo o amor que lhe tem.
Felicidades sempre!

Abraço,

Mª. Luísa

Menina Marota disse...

Paixão... a união da terra, família e coração.
Gostei muito!!