2012/06/16

Não me deixes, "DISPERSAMENTE..." !...




Nem eu sei 
o porquê
deste apelo
apelo a quem?
a mim?
provavelmente
mas porquê?
Por quê?!


Não consigo precisar
concretamente
conscientemente
o que me vai na mente


Prenúncios 
de algo 
que me poderá
levar 
a desanimar
a desistir 
deste meu amigo
há tantos anos comigo
dia a dia
sem horário
solitário


Tantos amigos
tantos temas 
dispersos
dispersivos
intempestivos


O que se passa comigo?
será melancolia?
será pré-nostalgia?


Não me deixes!...
dispersamente!...
Nós até gostamos um do outro
e temos amigos que gostam de nós
apesar de sermos como somos!


@as-nunes

  If you go away, Frank Sinatra
-
  Ray Charles
-
  Barbra Streisand
@as-nunes

4 comentários:

Lídia Borges disse...

Fico aqui!...

Estes versos "ditos" ao som de Jacques Brel, não me deixam ir embora.


Lídia

Graça Sampaio disse...

Lindíssima esta canção, seja em que versão for! Hoje também me deu para ouvir música daqueles tempos porque estive sozinha em casa e só assim gosto de ouvir as minhas músicas: ouvi Charles Aznavour e Paul Anka, imagine-se!

Estamos a ficar velhos, ou quê?!.... Por acaso acho que não!

Beijinhos e bom fim de semana.

as-nunes disse...

E como hoje já não é ontem, antes pelo contrário, até é Domingo, e até vai haver um jogo "importante" no Euro2012, Portugal-Holanda, e eu até gosto de futebol e de o ver na TV, acho que estou mais confiante, se ganharmos o jogo os nossos problemas financeiros vão ficar logo resolvidos, se calhar até vai servir de ponto de partida para uma Federação de Estados Unidos da Europa, em que os mais ricos contribuem para um Orçamento Geral da União, de modo a apressar o princípio básico da Solidariedade, que vai passar a reger os destinos desta velha Europa...

Já me estava a faltar o fôlego com tanta boa intenção. E ainda não sei se ma saiu o EuroMilhões da passada Sexta!

Rui Pascoal disse...

Esta canção é intemporal!