2012/08/09

LEIRI(SPORT), SUBMARINOS, BPN: Cortem na despesa!


A circular na internet... (recebi esta montagem via e-mail)

E a verdade é que o problema da "Leirisport" é uma questão gravíssima, que envolve demasiado dinheiro, tanto que não se está a conseguir vislumbrar solução para sair deste imbróglio em que meteram a Câmara Municipal de Leiria e, consequentemente, os seus munícipes.

Hipóteses para solucionar este dilema:

1- O Estado assume o défice da Leirisport e a gestão do Estádio Magalhães Pessoa e assim vai agravar o saldo negativo do OE;

2- A Leirisport entra em situação de falência e os credores e acionistas terão que arcar com a perda do seu capital, Câmara Municipal de Leiria incluída, obviamente;

3- Não se faz nem uma coisa nem outra e os munícipes Leirienses vão ter de andar, talvez 20 anos ou mais, a pagar uma taxa especial para saldar as contas da Leirisport, se é que algum dia se vai conseguir gerir esta empresa Municipal em termos económicos.

De modo que, entretanto,  
(e enquanto a dívida continua a aumentar cada dia que passa)
mantém-se a interrogação:

Quem vai assumir o encargo de gerir o Estádio Municipal Magalhães Pessoa em Leiria?
@as-nunes 

8 comentários:

Rui Pascoal disse...

"Foi bonita a festa pá", a factura é que é lixada de pagar...

as-nunes disse...

Viva Rui

Até fico zonzo só de pensar que os experts na matéria, alguns que bom rendimento de lá tiraram, já terão uma solução na manga que tem a ver com o recurso a um imposto extraordinário sobre os munícipes.

"Trigo limpo farinha amparo".

Rosa dos Ventos disse...

Um bico de obra, esta história!:-((

Abraço

Rogério Pereira disse...

Vai um conselho?
Imploda-se o concelho
Nada a pagar
Vai tudo para o galheiro...

as-nunes disse...

Já se pôs essa hipótese relativamente ao Estádio.

Não se pagam as dívidas e pronto.

E quem paga as despesas para o mandar para o galheiro?

Ora aqui está, de facto, um grande bico de obra!

Este país andou a ser desgovernado por uma corja de vendilhões do povo!
O pior é que não se vêm mudanças!

relogio.de.corda disse...

Como diria o escritor: que grande berbicacho!

as-nunes disse...

Tal qual, relógio.de.corda

Que grande molho de brócolos!

as-nunes disse...

Já agora, que estamos a ver como se consegue resolver este berbicacho, sempre gostaria de ressalvar uma gralha acima:
Queria escrever "veem" em vez de "vêm"