2012/09/16

Leiria participou em força na grande manifestação Nacional anti-Troika e Governo de Passos Coelho








Por fim, quase 3 horas depois do seu início, em frente à Caixa Geral de Depósitos, o cortejo da manifestação acabou por se dispersar a partir da Praça da República, junto à estátua a D. Afonso III.

Segundo os meus cálculos terão participado nesta grande manifestação mais de 10.000 pessoas. Os painéis, folhas escritas com reivindicações, palavras de ordem foram depositados junto à estátua a D. Afonso III. 
Não sei se foi deliberada essa atitude, mas que acaba por ser muito significativa lá isso acaba. Se não atente-se no papel fundamental deste Rei de Portugal em prol da tão badalada, atualmente, EQUIDADE.
-
O que já aqui deixei escrito a propósito desta estátua e de D. Afonso III e a sua ligação a Leiria:

Em 1254, na cidade de Leiria convocou a primeira reunião das Cortes, a assembleia geral do reino, com representantes de todos os espectros da sociedade.
Afonso preparou legislação que restringia a possibilidade das classes altas cometerem abusos sobre a população menos favorecida e concedeu inúmeros previlégios à Igreja. Recordado como excelente admnistrador, Afonso III organizou a admnistração pública, fundou várias vilas e concedeu o privilégio de cidade através do edicto de várias cartas de foral. (link neste blogue)

7 comentários:

elvira carvalho disse...

Uma lição para o Governo e não só.
Gostei da atitude.
Um abraço

arte por um canudo 2 disse...

Temos que mostrar a quem nos governa que o povo não está contente com o rumo tomado pelos nossos governantes. A INDIGNAÇÃO é a nossa arma.Mostremos força e união para mudar o rumo das más politicas.Gr. abraço

Rosa dos Ventos disse...

Gostei de ver esta cidade tão pouco dada a estas "cenas" a acordar! :-))

Abraço

Isabel Soares disse...

Também lá estive. Primeiro junto à CGD e depois a caminhar pela avenida.
Passos Coelho está de "parabéns" por ter conseguido, em Leiria, juntar trabalhadores e patrões das mesma empresas na mesma manifestação; por ter juntado a esquerda e a direita (mais formal); por ter conseguido uma tão grande participação de professores. Foi sobretudo uma manifestação da classe média.
Adorei ver Leiria a mexer.

Hana disse...

Olá meu bom dia cheio de alegria e harmonia, querido amigo, vim derramar felicidade aqui nesta página tão maravilhosa de luta, faço do seu grito em prol do melhor, faço meu grito. Quero agradecer o carinho em meu blog lá no Harmonia, seja sempre bem vindo! Eu estou sem tempo de postar, mas sempre virei visita-lo cheia de energia maravilhosas para passar para vc e sua família, que toda minha vibração de amor fraternal chegue até Portugal que amo demais, Leiria, Algarve e muitos outro lugares charmosos da bela Portugal. Sou Brasileira mas Portuguesa de coração, grande abraço meu amigo!Quanta honra ter vc lá no harmonia.
Com carinho
Hana

Lídia Borges disse...


Muito pertinente este paralelismo entre o ontem e o hoje.A IGUALDADE, a JUSTIÇA, a LIBERDADE são valores permanentemente perseguidos e nunca alcançados.
Mas cada passo dado nessa direcção será sempre uma vitória.


Lídia

Micael Sousa disse...

Esta foi uma manifestação que pode ter servido para muito mais do que dizer não a uma medida, pode ter servido para educar e formar um povo para a cidadania ativa.

Abraço
Micael Sousa