2013/01/07

Ai estamos num círculo vicioso, ai estamos estamos!

Confrangedor.
Há dias foi a história do "tosque", em plena Assembleia da República.
Círculo vicioso, talvez, não?!Agora foi para a comunicação social negar que haja um "ciclo vicioso" na economia.............. .................. «(foto do DN de hoje)
Que é isso de "ciclo vicioso" snr. PM?

Não quereria dizer que estamos num círculo vicioso, que é, de facto, a situação para que o seu governo está a levar Portugal?

E se dúvidas houver, por falta de atenção ao que diz, basta consultar qualquer dicionário básico de Português:
Dicionário Verbo
Língua Portuguesa
Conforme o Novo Acordo Ortográfico
2ª Edição


Círculo vicioso
- Sucessão de fa(c)tos, geralmente considerados negativos, de tal modo implicados que conduzem sempre à situação inicial.

Quer dizer, o círculo fecha-se, não se conseguindo comprovar a hipótese (governar bem), apesar de todas as jogadas maquiavélicas exploradas nas folhas de cálculo do mirabolante Gaspar.

2 comentários:

Isabel Soares disse...

Tem muita razão. Para Aristóteles, era uma falha lógica devida a uma dedução que se obtinha através de outra quando deveria ser demonstrada através da primeira.

Por sua vez ciclo é a repetição sistemática, em períodos regulares, de fenómenos.

Ora ele queria mesmo dizer ciclos. De tempos a tempos, ele não vem matraquear-nos com as suas ideias brilhantes? Quando proferiu o dislate queria dizer: "Aguardem-me! Brevemente sai nova ideia brilhante. Hei-de pô-los todos a pedir, sem terem a quem."

Rogério Pereira disse...

Não estamos (já) rigorosamente numa sucessão de factos negativos que nos levam à situação inicial... Estamos numa sucessão de factos que nos conduzem à constante regressão...

O Presidente usou uma expressão do PS: "espiral depressiva"... não estando errando, está (deliberadamente) incompleto... a espiral é regressiva. Não, não é um jogo de palavras, é fácil sair da depressão não é fácil erguer o país em cima das suas ruínas...