2013/02/14

Vasco Graça Moura: 50 anos de vida literária

fragmento duma foto do jornal "Público"

Em 14 de Fevereiro de 1963, Vasco Graça Moura, deu à estampa,  a partir do Porto, em edição do autor, 200 exemplares, o seu primeiro trabalho literário, um livro de poemas, "Modo mudando -sete ensaios sobre Vasco Graça Moura".
Comprei este livro, hoje mesmo, através dum alfarrabista. Talvez amanhã já possa mostrar a capa e falar do seu conteúdo. Só há dias, quando me chegou às mãos um livro antológico de poetas portugueses (uma lista de cerca de 50 poetas de nomeada), em homenagem a Vasco Graça Moura, é que me apercebi que já se estava a comemorar uma efeméride tão significativa, como é esta dos 50 anos de atividade literária.
Nesta oportunidade, teremos, com certeza, ocasião de voltar a discutir a candente questão do Novo Acordo Ortográfico. 

Um bom pretexto para rever a obra de Vasco Graça Moura.
Pode ler-se uma resenha da sua vida e obra neste endereço (aqui).

Precisamente em 1963, voltava eu ao Porto para estudar. No então Instituto Comercial do Porto, na Rua de Entreparedes, à Batalha. 
Nasci em Viseu, mas vivi com os meus pais, no Porto, até aos 8 anos de idade, altura em que regressei à minha terra natal, Viseu.

Já se passaram 50 anos?! ...
@as-nunes

2 comentários:

Rogério Pereira disse...

A direita também tem os seus génios de letras...
Pena que entre um poema belo
e esta politica torpe
não perceba o humanismo deste homem

(Procurei um curto diálogo entre o Vasco e o Saramago - a que assisti - mas não o encontrei...)

as-nunes disse...

Bem procurei na revista COLÓQUIO|Letras 151/152 Janeiro-junho 1999,"José Saramago: O ano de 1998", um tratado completíssimo sobre a vida e obra de Saramago e também não encontrei nenhuma referência à sua ligação com Vasco Graça Moura.

Mas deve ter havido com toda a certeza, quanto mais não seja na situação referida.