2013/07/25

Antero de Quental - S. Miguel


Em 1891 Antero de Quental regressa a Ponta Delgada, onde nasceu, a 18 de Abril de 1842, onde, após vários desentendimentos familiares (atritos da família com as pupilas), vem a suicidar-se com dois tiros de revólver no palato, ao fim da tarde de 11 de Setembro de 1891.

O local onde se suicidou foi precisamente sentado num banco de jardim neste mesmo sítio. Por cima, na parede, está inscrita a palavra "Esperança" com uma âncora...

O PALÁCIO DA VENTURA

Sonho que sou um cavaleiro andante.
Por desertos, por sóis, por noite escura,
Paladino do amor, busco anelante
O palácio encantado da Ventura.

Mas já desmaio, exausto e vacilante,
Quebrada a espada já, rota a armadura...
E eis que súbito o avisto, fulgurante
Na sua pompa e aérea formosura!

Com grandes golpes bato à porta e brado:
Eu sou o Vagabundo, o Deserdado...
Abri-vos, portas d´ouro, ante meus ais!

Abrem-se as portas d´ouro, com fragor...
Mas dentro encontro só, cheio de dor,
Silêncio e escuridão - e nada mais!

Na véspera de nos virmos embora, da viagem a S. Miguel, tivemos o privilégio de ouvir o maestro e poeta Carlos Frazão, a tocar (magistralmente) ao piano, um arranjo musical sobre este tema, de sua autoria, também cantado (não me recordo do nome do cantor... perdão, amigo!).

@as-nunes

3 comentários:

Raquel Mark Blog disse...

Antero, escreveu um livro valioso que deveria ser lido por todos os portugueses - Causas da decadência dos povos peninsulares - é um daqueles livros em que ficamos esclarecidos sobre as causas e as razões de Portugal ser hoje o país que é; o que nos distanciou dos nórdicos e os factores sociais e as opções políticas que nos condicionaram o futuro. Servirá sobretudo, também para reflectirmos sobre a nossa condição actual - o que nos trouxe até aqui e o que podemos fazer para antecipar a esperança num futuro nacional mais optimista. Recomendo vivamente a leitura a quem não conhece. A sabedoria e a visão estratégica encontram-se muitas vezes em livros pequenos e simples mas com uma mensagem fortíssima e transformadora.

Anónimo disse...

Estou cada vez mais verde de inveja!Em todo o caso ,tenho saboreado as fotos e a paz do azul do mar entra-me na alma e aquieta-me.Quanto a "Causas da decadência dos povos peninsulares" faz parte de "Conferências do Casino"onde Antero e o grupo de intelectuais que viriam a ser "Os Vencidos da Vida"discutiam o futuro deste País que se tem deixado vencer..Kinkas

as-nunes disse...

Concordo plenamente.

Leiam-se os grandes pensadores...
com atenção
com devoção

Pensem
no que estão a fazer
Ó vós que julgais
que ter o poder
é tudo
e nada há mais
para além do
vosso egoísmo
e despotismo

Ainda há-de haver quem pense que a Pátria Portuguesa não é uma ideia abstrata!
E que atue em conformidade!...
Esse dia há-de chegar!...