2013/11/19

Miguel Torga em Leiria: O anjo revoltado

Caricatura de Miguel Torga feita por Luís Fernandes,  inserta  a p. 32 do livro LEIRIcaturas, ed. da Junta de Freguesia de Leiria (Presidência de Cabrita Franco), 2000.


Em 19 de Novembro de 1939, faz hoje, portanto, 74 anos, Miguel Torga escrevia, em Leiria:

EXERCÍCIO ESPIRITUAL

Ouço-os de todo o lado.
Eu é que sou assim,
Eu é que sou assado,
Eu é que sou o anjo revoltado,
Eu é que não tenho santidade…

Quando, afinal, ninguém
Põe nos ombros a capa da humildade,
E vem.

In “Diário Vols. I a VIII
P. 92

Ed. Publizações Dom quixote, 1999
-
Uma semana após, Miguel Torga seria preso em Leiria e transferido para o Aljube de Lisboa, onde ficaria até Fevereiro de 1940.
-


Na frontaria do edifício onde esteve instalada a PSP no edifício do antigo Governo Civil de Leiria.
@as-nunes

4 comentários:

Rosa dos Ventos disse...

Até um intelectual, um poeta, um humanista não lhes escapou!
Aliás eram os preferidos da PIDE porque pensavam! :(

Abraço

Lídia Borges disse...


Torga, um poeta telúrico, leitor como poucos, da alma humana, da alma portuguesa...
Há pouco, reli a "Criação do Mundo" no "Quinto Dia" um homem sereno, sem culpa, perante a máquina atroz de anular consciências, no período da ditadura.

Lídia

as-nunes disse...

Peço-vos as minhas humildes desculpas por não andar tão visitador como devia dos vossos blogues. Como mereceriam, comprovadamente.

Brevemente, conto estar mais disponível, mentalmente, para prestar mais atenção e corresponder, como é de toda a justiça e que faço empenho nisso, a toda a vossa simpatia e amabilidade em me deixarem aqui os vossos comentários.
Muito obrigado Rosa e Lídia.

Beijinhos.

Graça Sampaio disse...

Humildade é qualidade que nós, portugueses, não sabemos nem queremos cultivar...