2014/05/01

Com o tempo... emociona-me o Tempo ... as flores ... a vasta silhueta das montanhas aqui em frente ...




Emocionam-me as árvores
o lume das amoras
adocicando os caminhos
as cigarras sem fadiga
iluminando o pó

Emocionam-me as árvores
a vasta silhueta das montanhas 
a mancha seca dos ribeiros
a frescura breve da voz dos melros
entre a ramagem amena dos amieiros

Emocionam-me as árvores
as velhas pedras onde o poema
é música de seda ...

Luís Filipe Maçarico
cantoneiro da CMLisboa
ed. autor, 1993

2 comentários:

Graça Sampaio disse...

A Natureza é bem emocionante! De beleza, de doçura, de dádiva.

Beijinhos primaveris.

as-nunes disse...

Como não corresponder com beijinhos igualmente primaveris!?

Mas o Tempo!... Parece que está ali em frente, sossegadinho, a olhar-me desde o cume da sra. do monte, mas isso é só aparência!

"Avec le Temps", não se pode parar!