2014/05/03

Mãe ...

      Eu, em 2010 .....................................................         Minha Mãe, em 1945 ?


Mãe

67 anos são passados
o poema da nossa vida
ainda está a ser escrito
e assim continuará

São muitos anos, mãe
Hoje lembrei-me de te escrever
A distância não me deixa
Dar-te um beijo

Mesmo assim sinto
Que estás presente

Só porque me lembro de ti, mãe…

Tónio

4 comentários:

Rogerio G. V. Pereira disse...

Há uma canção do José Afonso...
Diz tal canção, que não temos nada, que a tendo perdido, somos pobrezinhos...
É verdade, eu ainda me lembro do tempo em que a olhando tinha tudo e com um beijo e um sorriso, ficava rico...

Ah, e há outra coisa: todas as mães são bonitas!

as-nunes disse...


Obrigado pela visita, Rogério.

O tempo passa num ápice...

luís rodrigues coelho Coelho disse...

Nos carregamos que teve a força de nos carregar com amor.
Que poderá esquecer-se da mãe?

Parece que ainda estou a vê-la preocupada para que não me falte nada na minha mala de viagem.

Sobra-me esta palavra: saudade.

as-nunes disse...

Bom dia, Luís.
E o dia de hoje, tal como o temos por aqui, está lindo até ao êxtase!
Será por ser o dia da mãe?!