2014/06/30

O snr. Manuel da Gertrudes e o Concelho de Alcanena irmanados no mesmo Centenário




In contracapa do 1º livro do snr. Manuel, VERSOS MEUS , ed. Gama, 2007:

«Manuel António Ferreira da Gertrudes nasceu em Julho de 1914 na freguesia de Bugalhos. Filho de António Rodrigues da Gertrudes e Maria da Conceição Ferreira.
Terminada a quarta classe, ingressou no seminário de Santarém, não tendo concluído o seu curso por motivo de doença grave. Leccionou no ensino primário, onde trabalhou com crianças e adultos e como prova do seu desempenho foi-lhe atribuído um prémio pelo Ministério da Educação.
Casou aos vinte e quatro anos, e teve três filhas, neste momento só uma se encontra viva. Era esta filha muito jovem quando foi atacado por uma tuberculose. Decorreram cinco anos até se curar totalmente. Por esse motivo deixou de leccionar.
Trabalhou na Comissão Reguladora do Comércio Local de Alcanena, onde se manteve até à sua extinção. Seguidamente trabalhou na Caixa de Crédito Agrícola da mesma vila, onde parmaneceu dezassete anos. Trabalhou ainda numa empresa metalo-mecânica durante dezoito anos. Como não tem paciência para estar parado, dedicou-se à horticultura, actividade que ainda hoje exerce.

Herculano Gonçalves

2 comentários:

luís rodrigues coelho Coelho disse...

Trabalhar a terra é fazer poesia.
É criar poemas das sementes lançadas
É colher os frutos que ela nos dá.

as-nunes disse...


Bem vindo, Luís, um abraço