2015/11/05

SARAMAGO cantado por LUIS PASTOR


No dia 24 de Outubro de 2015, sábado, passei o dia em Óbidos, em dia de FOLIO - Festival Literário Internacional de Óbidos. 
E gostei sobremaneira de ouvir LUIS PASTOR.
-

Nesta esquina do tempo

Nesta esquina do tempo é que te encontro,
Ó nocturna ribeira de águas vivas
Onde os lírios abertos adormecem
A mordência das horas corrosivas.

Entre as margens dos braços navegando,
Os olhos nas estrelas do meu peito,
Dobro a esquina do tempo que ressurge
Da corrente do corpo em que me deito

Na secreta matriz que te modela,
Um peixe de cristal solta delírios
E como um outro sol paira, brilhando
Sobre as águas , as margens e os lírios.

Os Poemas Possíveis, 2ª edição, Editorial Caminho, Lisboa, 1982
José Saramago


1 comentário:

Rogerio G. V. Pereira disse...

A esquina do tempo
é um bom local de encontro