Mostrar mensagens com a etiqueta patos. Mostrar todas as mensagens
Mostrar mensagens com a etiqueta patos. Mostrar todas as mensagens

2010/12/06

Porto de Mós: Um Sábado siberiano sob olhares diversos

Porto de Mós. Acompanhei a equipa de Futebol sub-13 da Academia da União Desportiva de Leiria. Ao chegar ao complexo desportivo, logo à entrada quem vem do IC2, deparámo-nos com este pato (pato bravo? que os há, nesta zona, vale do rio Lena, a caminho de Leiria), ar desconfiado...
Sem sair da zona do campo de futebol, relvado sintético, lá estava o altivo e histórico Castelo de Porto de Mós a desejar-nos "Boas Festas". Obrigadinho, Portomosenses, que bem precisados estamos todos, de apoio psicológico para enfrentarmos o monstro da "crise", sempre presente!...
Do mesmo local, tive o prazer de observar em voo e a pairar no meio de um vento gélido vindo de Sul, do lado da Serra dos Candeeiros (Casal Ventoso), um, entre vários, Milhafre. O que me valeu foi a objectiva que estava a usar, uma 50-500 mm. Registos fotográficos únicos!
O meu neto, o Guilherme, em plena acção, no decorrer do jogo Portomosense, 0 - UDL, 9 . Foi um jogo interessante e o Guilherme (o 31) marcou dois golos de fino recorte técnico.

Em Portugal fez-se sentir um frio cortante, no passado Sábado. No intervalo deste jogo, eu e os árbitros aproveitámos para dar uns toques na bola, junto a uma baliza, para aquecer. Ainda consegui reviver os momentos inesquecíveis dos meus tempos de jovem, a jogar futebol, sempre a Guarda-Redes. Não gosto de me gabar. Mas para quem ainda se lembra do futebol dos anos 60, cheguei a ser apelidado pelos meus colegas de turma, de Yashin. Lembram-se de quem foi Yashin?(ao lado, foto da Net) Lembram-se do célebre jogo do Mundial de 1966 em que o Eusébio lhe marcou, de «pénalty», o golo que nos alcandorou ao 3º lugar daquele mítico Campeonato do Mundo?

Que tempos aqueles!...
Posted by Picasa

2007/11/13

Hoje, em Leiria

De manhãzinha. As folhas dos choupos, que o Outono desorientado espalha pelo chão dum caminho pedonal (? e aquele carro lá em cima?), que nos leva ao longo do rio Lis, os patos a multiplicarem-se nas suas águas. Esperemos que saibam o que estão a fazer. Entre patos, cisnes e grous já se começa a notar uma população algo anormal para as características deste rio. Não vá acontecer o mesmo que se passa com os pombos que, aos bandos compactos, invadem muitos dos recantos mais típicos da cidade. Chegam a incomodar e não sei se não poderão vir a tornar-se um perigo para a saúde pública e do património da cidade.
Hoje, em Leiria...

Benavente-15112007 (Lusa) - Análises a patos importados do Reino Unido deram resultado negativo ao vírus H5N1 (Lusa)
As análises feitas aos patos importados do Reino Unido por uma exploração de Benavente deram resultado negativo ao vírus H5N1, informou hoje o Ministério da Agricultura, adiantando que a vigilância sanitária deverá ser levantada nas próximas horas.

Posted by Picasa

2007/06/22

Mobilidade?!


Coincidências e contradições...
Parei, hoje de manhã, para tirar uma fotografia ao Rio Lis, de cima da ponte Dr. Francisco Sá Carneiro, no limite das freguesias de Leiria e dos Marrazes.
Deparei com estas duas situações!...
Valerá a pena acrescentar algo mais, mesmo não tendo a certeza de que o deficiente motor da foto poderia ultrapassar o obstáculo, bem visível? Não lhe ofereci ajuda porque me apercebi que um moço que por ali passava em fato de treino já o tinha abordado e, pelo que depreendi, a situação estava sob controlo. Talvez a força do hábito de aguentar as adversidades da vida!?...
Posted by Picasa