2009/01/25

LEIRIA - O Eco Silencioso

Da Praça da República, em Leiria, recordando memórias...

João Lobo Antunes no decorrer dO encontro com os leitores de Leiria do seu livro "O Eco Silencioso".
Ideias soltas que consegui memorizar (durante quanto tempo, se não as escrevesse para este meu blogue?):
1 - Temos a obrigação moral de ser inteligentes (aconselhável a leitura do discurso de tomada de posse de Obama, novo Presidente dos Estados Unidos);
2 - A Educação é um instrumento da Felicidade, não a Felicidade em si;
3 - A Educação fácil não prepara as crianças para a Vida;
4 - Citando Bernard Shaw: "O que é que a Posteridade fez por mim para eu me preocupar com ela?";
5 - Quem não sabe ensina nas escolas de Educação (...JLA pede desculpa se alguém se puder sentir melindrado; uma senhora levanta-se e sai da sala, demonstrando estar incomodada. Melhor seria que tivesse contraditado, logo ali, digo eu!);
6 - Quem não estudou por livros não sabe o que perdeu;
7 - À guisa de justificação para o título deste seu livro aconselhou a leitura do último parágrafo do texto 1. Neste texto o autor aborda, duma forma pragmática, ao mesmo tempo filosófica, temas como a memória, os livros, as pessoas que o influenciaram, as instituições que lhe deixaram marcas na sua memória, o cerne da profissão de médico; invocando Santo Agostinho, termina: " De facto, nesta memória falada, a que responde, em silêncio, um eco interior, há algo de esquivo, de intangível, que me obriga a continuar a procurar como de facto a medicina me fez médico. Se algum dia o descobrir, talvez volte para contar".
-
(27jan2009) Já agora, que estamos em maré de falar de João Lobo Antunes: aqui , na revista VISÃO, pode ler-se uma apaixonante crónica em que António Lobo Antunes faz a apologia e mais que lá se pode ler do seu irmão João. (obrigado Milu).
Posted by Picasa

8 comentários:

Isa disse...

Amigo,deve ter sido muito interessante a palestra do Dr.JLA.
São pessoas superiormente inteligentes.Mas...às vezes deveriam ter cuidado com as afirmações q. fazem.Se eu estivesse presente,e como Professora, ouviria tudo e,se ñ houvesse debate,no final,trocaria impressões,defendendo a minha posição.Sair da sala...nunca.A afirmação ñ era para mim!Ñ me atingia.Bom Domingo,António.
Abraço.
isa.

Milu disse...

O que João Lobo Antunes falou acerca de quem vai para o ensino, infelizmente é verdade! Estudei durante anos à noite, já na idade adulta, por isso tinha condições mais do que suficientes para poder ajuizar com justiça acerca da competência dos próprios! Posso afiançar que tive alguns bons professores, mas os outros, os menos bons, conseguiram com a sua incompetência, estragar tudo o que de bom há na aprendizagem! Com estes, o fácil virava difícil, por vezes de tal modo, que causavam desmotivação e provocavam no aluno um sentimento de impotência que o levava a desistir! Testemunhei alguns casos!Felicito JLA pela coragem de denunciar o que pensa estar mal! Precisamos urgentemente de mais pessoas assim!

Mara disse...

Querido amigo António de Leiria pertinho de Tomar.

Gostei muito do seu comentário. O Sol vem aí e vai fazer-nos muito bem. Tenho andado um pouco em baixo porque dou muito trabalho à minha cabeça. Tá cheia de números porque tenho 3 tlm 4 comandos, 3 de TV e 1 DVD. E ainda netos para tomar conta todos os dias da semana. É um esquema muito complicado, muito cheio. Mas há uma coisa boa que faço e até ajuda a atenuar o meu bulício mental. Durmo umas sestas maravilhosas sempre que posso. Acordo rejuvenescida.

O meu muito obrigada e espero mais visitas.

Beijos
Mara

elvira carvalho disse...

A saúde debilitada de meus pais, ele internado no hospital onde foi amputado a uma perna, ela em casa, mas totalmente dependente, teem-me impedido de visitar os amigos virtuais e reais.
Um abraço e uma boa semana

as-nunes disse...

Temos que nos conformar com o pempo que vai por aí. Chuvas inclementes, temperaturas gélidas, ventos ciclónicos localizados e de rajada!...
Pode ser que a água que tem caído encha as barragens e o preço da água que temos que pagar ao SMAS baixe. eheheh Lindos meninos!...
-
Estou aqui, agora, porque ao reler o meu post fiquei também um pouco confuso com aquela tirada do João Lobo Antunes acerca de quem sabe ou deixa de saber. Aquela tirada está muito infeliz. Foi pena ninguém ter levantado esse tema à discussão para se esclarecer o que é que o JLA queria dizer. Limitei-me a transcrever o que ouvi. Será que me escapou alguma coisa?
...

Milu disse...

Não devemos ter receio das nossas opiniões! Principalmente quando são honestas!
Aprecio, sobremaneira, as pessoas corajosas capazes de dizer sim ou não, quando tem de ser!

http://clix.visao.pt/Opiniao/antonioloboantunes/Pages/OmeuirmaoJoao.aspx

as-nunes disse...

Bem, que a observação foi corajosa lá isso foi. Até porque, temos que o admitir, é demasiado generalista. Há pessoas a ensinar nas Escolas de Educação que têm muito mérito. Como em todas as profissões há os competentes e os incompetentes.
hoc opus hic labor est

Daniela Mann disse...

Cheguei aqui através do blog da Professorinha. Ainda não conhecia o espaço.
Voltarei ;)