2009/04/06

Mosteiro da Batalha - Apresentação da II Antologia de Poetas Lusófonos

A Orquestra Filarmónica das Beiras em plena actuação nas Capelas Imperfeitas do Mosteiro da Batalha, a anteceder a sessão de apresentação da II Antologia de Poetas Lusófonos
Já no Auditório do Mosteiro da Batalha.
A Mesa que presidiu à sessão, podendo destacar-se o Director Editorial e autor do Preâmbulo, Adélio Amaro (2º da esquerda para a direita), o Engº Carlos Henriques, Vereador da Cultura da Câmara Municipal da Batalha, o Director do Mosteiro, Dr. Júlio Órfão e o Dr. Arménio de Vasconcelos, autor do Proémio e que dissertou sobre a História da Poesia e a sua influência na Cultura dos Povos em geral e da Lusofonia em paticular. O último da direita é Nuno Brito, Açoreano de S. Miguel, que participou na sessão cantando e tocando à viola várias canções conhecidas, nomeadamente "Amar-te perdidamente" duma telenovela recente da TVI.
Graça Magalhães, natural de Moçambique, residente actualmente em Viseu. A declamar o poema "Mãe".
Carmindo Carvalho de Moimenta da Beira dizendo "Sorriso sarcástico".

(CONTINUA)
Posted by Picasa

3 comentários:

as-nunes disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
as-nunes disse...

Tenciono divulgar 1 poema de cada um dos países que participaram nesta Antologia.
A Lusofonia não se confina aos países de antiga colonização portuguesa. Há vários outros países que pretendem aderir à CPLP, que, por isso mesmo, cultivam a língua de Camões.

citadinokane disse...

António,
Muito obrigado pela visita,e quem sabe um dia iremos apresentar o "boizinho estrelado" para ti, ahahaha...
abraços meu amigo,
Pedro