2010/11/10

Regresso às origens?

Nos arredores de Leiria


Ontem, 9 de Novembro de 2010,
uns dias antes da chegada do FMI?
que - há quem diga - não é nenhum papão...
Mas eu, não sei, não!...
Posted by Picasa

6 comentários:

Luís Coelho disse...

Bom dia Amigo
Que bucolismo nesta foto. Quantas recordações de um passado recente.
Todos se queixam da crise mas poucos põem mãos ao trabalho para recriar esta riqueza natural.
Um bom dia.

as-nunes disse...

Bom dia, Luís

Um grande abraço, de amizade, de companheirismo (como assim?, estarás a dizer, mas é daquelas coisas que nós sentimos, instintivas, talvez por pressentir muitas afinidades em vários aspectos da vida, de muitos anos, já -temos que convir).
É como dizes, estava agora precisamente a pensar em como seria bom esquecer todas estas diabruras especulativas do Mundo Financeiro (da alta finança, agiota, brutal, completamente alheada dos problemas das pessoas, que, bem sabemos, não é essa a questão que orienta os objectivos económicos dessa faceta mítica da vida moderna).

Que vida é esta em que o Homem se enreda como se fosse um kamikaze? (lembras-te daqueles velhos filmes sobre a II Guerra, já na fase dos Americanos e dos Japoneses, no Pacífico? aqueles aviões "Zero" com pilotos suicidas a lançarem-se contra os navios da Armada USA?).

Temos mesmo que nos voltar mais para a produção nacional, cada um de nós fazer o que for capaz, cortar nas importações prescindíveis!...

O que nos vale para amenizar o espírito é a poesia que emana do nosso solo pátrio, das nossas terras, das nossas pedras, da nossa floresta, das nossas aldeias e cidades!

Por um Portugal Feliz e Livre! Quão bela é esta utopia!?...

Mais um abraço
António

Graça Pires disse...

Nos arredores de Leiria deve estar-se melhor... longe da politiquice.
Se fosse a si nem acendia a tv.
Beijos.

as-nunes disse...

Viva, Graça Pires

Que tentação! Não ligar a TV!
Passar por cima dos noticiários da rádio!
Tentar apanhar a vida presente no olhar
do amor,
das nuvens, das árvores!...

-
Impressiona, aquela sua imagem aflita, interrogativa, que tanto pode ser um grito, como uma tentativa de nos deixar perceber o silêncio, silêncio?!...

Beijo
António

Flor disse...

FMI ... passado tao recente nosso, nao gosto nao!


Linda foto, eu tb se morasse por ai, nao pensaria em politica, dinheiro finanças nada... colheria o amor do vento, dos bichos e da familia e amigos... e sóoooo!

arte por um canudo 2 disse...

Pelo menos esse é um recanto lindo e o FMI não o pode estragar. Está linda a foto. Bom Domingo. Gr. abraço