2007/08/03

Capela do Casal - Ribafeita

No post anterior mostrava-se a capela da minha terra natal, fotografia de Agosto de 2001.
Em Abril do corrente ano, apresenta-se como se vê. Ao lado há um grande Largo, agora alcatroado.

Só faço um reparo: esqueceram-se das árvores?!

Confirma-se que a festa é, este ano, de 11 a 13 de Agosto.

6 comentários:

asn disse...

Boas férias a todos os que estiverem a gozá-las.
Este mês também conto tirar mais alguns dias, lá mais para a última semana, vamos lá a ver.
António Nunes, eu próprio

O Pedro do 213 disse...

Vai ver o ministério do ambiente não autoriza árvores junto de edíficos antigos e com valor. Afinal, são mais alguns euros que se poupam. Eheheheh

Jofre Alves disse...

Reparo oportuno, pois na minha terra, na vila de Paredes de Coura, também se esqueceram das árvores.

asn disse...

Bem que liguei para o 213 mas ninguém me respondeu...

-
Pelo que escreve o nosso amigo Jofre Alves (muito boa intervenção para a Antena 1, sim senhor. Com pessoas como o Jofre Alves também eu não teria grandes dificuldades em falar com propriedade e conhecimentos de fundo sobre as coisas da história.) há pessoas que têm aversão às árvores e nem têm olhos para a Natureza.

Anónimo disse...

Olá primo António
Gostei muito da foto que recebi por e-mail fiquei muito feliz em rever a prima, te agradeço pela lembrança. Gostei muito de ver a capela do casal e a casa onde morava o tio Américo é muito bom rever lugares que nos trazem boas recordações, concordo com voçê umas árvores ali mudariam muito o visual. E o papaquintal como está, anda um pouco sumido espero que volte a visitar o blogue.
por hoje é só, beijinhos para toda a família e um grande abraço de sua prima Nevitas.

asn disse...

Olá Nevitas, quantas saudades...
Mas a vida não pára, o tempo corre a bom correr...
Já obtive pelo menos uma resposta a esta minha observação, que não é só de agora.
As árvores, para além de darem cabo dos alicerces dos muros, estragam o alcatrão!
Fiquei para não viver! É de estarrecer! Como é possível pensar-se desta maneira. Não sei quem foi a pessoa, mas é alguém ligado à Junta. Bolas! Fiquei com vontade de ir para o Casal e começar desde já a fazer campanha para me candidatar às próximas eleições autárquicas! Pode-se lá admitir uma atitude destas?
Um beijinho e cumprimentos ao resto da família.
António (tonito)