2009/02/12

Tipografia centenária em Leiria

Ampliando-se esta foto podem-se admirar algumas das principais peças e ferramentas usadas na impressão com composição feita por tipos, inicialmente de madeira, até rapidamente se ter passado para os metálicos, como se mostra na foto a seguir.


Um dos aspectos do interior da oficina, decorada a gosto dos trabalhadores que por lá têm passado ao longo de mais de um século de actividade. Repare-se no pormenor curioso (clic para ampliar)duma cautela das antigas "Grandes Lotarias de Natal" de 1907.

http://dispersamente.blogspot.com/2007/01/os-tempos-hericoromnticos-da-tipografia.html
Neste endereço, ficou registada uma entrada, na qual abordei o tema das antigas tipografias de Leiria e das fortes e íntimas ligações desta cidade e do seu bucólico rio Lis à introdução da produção do papel em Portugal. Nesta oportunidade, vou deixar aqui publicada uma sequência de fotografias alusivas às máquinas e ferramentas usadas desde há décadas, há muitas nalguns casos, pela "Tipografia Carlos Silva", na esquina do Largo da Sé com a Rua da Vitória, em Leiria. As informações complementares que aqui deixo (e tenho pena de não dispor de mais tempo para aprofundar o tema) foram-me proporcionadas quer pelo actual proprietário (3 gerações, todos Carlos Silva de nome), herdeiro de uma tradição de família, que já tem mais de 100 anos, quer pelos trabalhadores que a têm mantido em funcionamento, desde os tempos das máquinas impressoras com tipos de madeira até às que utilizam a técnica do offset.
Posted by Picasa

3 comentários:

manzas disse...

Interessante blogue!
Voltarei mais vezes…

Redigi no pulsar
Do meu ser
Uma valiosa
Carta guardada...
O sol não brilhará
Sem que passe por lá
Para a ler,
Ou a carta será
Lacrada.

O eterno abraço...

-MANZAS-

Henrique ANTUNES FERREIRA disse...

LISBOA = PORTUGAL

Olá As-Nes!

Com esta da tipografia - mataste-me. Visitei uma em Goa que fora fundada em 1878, mais precisamente em Bastorá. Desactivada, embora, ainda funcionavam as impressoras de prato!...

Aterrei aqui de para quedas – e gostei. Bom blogue, sim senhores, o teu. Interessante, bem arrumado, bem escrito.

Sou jornalista; fui Chefe da Redacção do Diário de Notícias. E até fiz parte do bando dêénico que criou a Delegação de Leiria. Croiqueiro de A Bola... E outras coisas mais... E desde o ano passado, dizem… que sou escritor. Publiquei o «Morte na Picada», livro de contos sobre a guerra colonial em Angola (1966/68) em que, infelizmente participei. Maluqueiras dum «ancião» de 67 primaveras…

SEGUIDORE(A)S PRECISAM-SE

Inscreve-te como seguidor(a) do meu blogue – e serás muito feliz. Não pagas nada. Nem taxa de inscrição nem quaisquer quotas. Muito menos IRS ou IMI. Tens a tua (belíssima) foto e o teu blogue ali anunciado. Fazes novo(a)s Amigo(a)s. E passas a receber mensagens de muita gente e de muitos Países. E eu entrarei no Guiness das Listas de Seguidores. É tudo benefício. E… sem truques. Bué da fixe!!!!! Verás que não te arrependes… Eu antecipei-me e já te paguei na mesmíssima moeda, juro pela minha virgindade (1941/09/20).


O meu imeile ou imilio (primorosas criações cá do rapaz):
hantferreira@gmail.com. Manda-me o teu, se quiseres… É uma O-R-D-E-M-!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!! hahahahahaha

Espero por ti na minha lista, pelos teus cumentários, com o, e que o teu gang assim também proceda. Amen.

Abs

Eddy Nelson disse...

causam-me imenso fascinio estas tipografias antigas. afinal é ali que se encontra o totalizante e aterrador poder da escrita.

"gracias" amigo pela partilha.