2009/05/13

Moinhos de vento restaurados?


Observem-se, depois de ampliadas as fotos, para apreciar como é que se restaura em Portugal, o património e, logo a seguir se deixa ao abandono novamente. Devia haver uma verba orçamentada para aquele efeito, gastou-se o dinheiro, acabaram-se as preocupações.
O tempo se vai encarregando de destruir o que foi restaurado e que devia estar a ser mantido e aproveitado.

Mais comentários para quê?
Posted by Picasa

3 comentários:

ManuelNeves disse...

Viva!

Pois! E assim se gere os dinheiros públicos (e privados). O que nos vai valendo é que somos um País pobre, que seria se fossemos ricos?...

Um Abraço

as-nunes disse...

Nem me diga nada, Manuel Neves.
Como davam jeito aqueles 120 milhões que foram para Espanha, há dias!
Desde que não se estragassem como os milhões e milhões que andamos para aí a desbaratar, como se fôssemos podres de ricos. Claro, com o dinheiro dos cofres do Estado!
...
Um abraço, boas noite, ainda agora deixei uma nota, que hoje é dia de serão.
Deixa-me cá ir!

Eddy Nelson disse...

uma real pena amigo a. nunes.
pois estas coisas denominadas patrimónios só servem se tivermos a capacidade de o utilizar com a tal carga do fascínio, da efabulação...pois é também assim que nos construimos diáriamente, quotidianamente...quando vejo estas estruturas desarticuladas, ruinosas, lembro-me da quantidade de saberes que elas nos poderiam veicular. o facto de elas se encontrarem ao abandono poderia ser mesmo o principal motivo para um projecto com escolas, lares, empresas, etc...como é que se pensa o factor musealizar dentro de um grupo de pessoas de uma determinada comunidade?

..um pergunta interessante para um bom começo...

um abraço