2010/11/28

Olá... aqui Barreira - Leiria

Salva Microphylla (1b) , (1), (1a)
Olá, olá, pequeninas mas irrequietas e invasoras alegres!


 Camélia «Winter SnowDown» ou «Polar Star» (2) 
Saudações amigas a todos os navegantes que por aqui aportarem, mesmo que só de passagem...
-
(1) e (1a) Ver (1b)
(1b) Inicialmente, de facto, confundi esta flor com a chamada boca-de-lobo,se bem que a minha mulher já me tivesse alertado que eu estava enganado.  Com a ajuda da Rosa, que muito agradeço, fui consultar uma enciclopédia, a partir da dica da famíia e penso que cheguei ao nome correcto desta planta e flor: Salvia microphylla, nome comum SALVA MICROPHYLLA.
Planta vivaz, semi-rústica sempre verde. Atinge 1 a 2 metros de altura e 60 cm de amplitude. Flores atractivas, cor de framboesa com um lábio inferior característico surgem do fim do Verão ao início do Outono. (quer dizer, já estamos no fim do Outono e elas ainda aqui estão bonitas de se ver). 
As folhas ovais de coloração verde cheiram a amoras quando esmagadas ou apertadas na mão.
in "O poder das ervas aromáticas" Civilização editores"

(2) http://www.usna.usda.gov/Newintro/camelli1.html talvez aqui se consiga perceber melhor a actual classificação das camélias híbridas, aqui na zona Norte Atlântica. Pelos vistos, as camélias japónicas, as originais, se não se "põem a pau" ainda desaparecem do mapa!
Posted by Picasa

10 comentários:

Luís Coelho disse...

Retribuo tão amigável gesto e espero que desfrutes deste sol maravilhoso que hoje nos bateu de surpresa.

tulipa disse...

PARABÉNS!!!

GENIAL a escolha de tão belas flores para alegrar a minha alma, num dia de tanto frio...uma mescla de Outono/Inverno, seja nas temperaturas como em todo o resto.

Só falo por mim, acho que a vida será sempre curta, não quero sequer pensar que já estou no "Outono da minha vida".
Nunca farei tudo o que pretendo fazer...são tantas coisas...tantos amores para viver.

Deixo um beijo carinhoso.
Boa semana.

PROMETO nunca mais vir cobrar a sua visita aos meus blogues, embora goste que lá vá.

as-nunes disse...

Está um frio de rachar. Deixei a lareira por um bocadinho, vim aqui ao computador - é portátil mas não gosto de o ter ao pé de mim quando estou na sala a ver televisão e a descansar no sofá - e, claro, não podia deixar de agradecer as visitas do meu amigo Luís e da "Kalinka" (ah, pois não, como é que me ia esquecer deste nome, da sua ligação a Moçambique, que me ficou na alma para sempre) com o seus belos blogues, de quem me considero amigo desde há...quantos anos? talvez uns 5 ou mais?! da muita troca de impressões e comentários, talvez um pouco mais espaçados ultimamente, mas isso não significa menos consideração e interesse.

Um grande beijinho, Tulipa, é sempre com muita satisfação que a recebo aqui, neste cantinho (Barreira-Leiria) alargado a todo o mundo através da WWW!...
Tenho reparado nas excelentes reportagens de viagem, na fotografia, no brilho que se nota nos olhares que lança pelo Mundo e pelas suas gentes e costumes.

Com muita amizade e estima
António

Flor disse...

Lindas e delicadas António

Abraços

Rosa disse...

Olá António, de facto não são as, chamadas, boca-de-lobo (mas podiam muito bem ser) é uma Salvia. Já lhe digo qual.

Rosa disse...

Olá António, de facto não são as, chamadas, boca-de-lobo (mas podiam muito bem ser) é uma Salvia. Já lhe digo qual.

Maria João disse...

Olá António

De quando em vez, aporto...

Levo nos olhos as flores que dessa bonita terra me oferece.

Deixo-lhe um abraço
na permanência daqueles que guardo e não esqueço.

as-nunes disse...

Muito obrigado, Rosa.

Penso que já consegui apurar o nome da flor.
Confesso que andava um pouco apreensivo. Durante muito tempo (3 anos, ocupei uma grande parte deste meu blogue a dar conta das minhas averiguações na área da Botânica e já me considerava um curioso minimamente elucidado das dificuldades em se conhecer as plantas e identificá-las correctamente. Mas esta área é demasiado vasta e complexa para um leigo como eu.
Por acaso, ou talvez não, fui hije à Bertrand com a minha mulher, a Zaida, que gosta e sabe muito de plantas de jardim. Foi ela quem me chamou a atenção para que na enciclopédia a que me refiro constava esta planta. Por sinal temo-la no nosso jardim, nº 9 do sector West. Mas já lhe tínhamos perdido o nome.

Pela Natureza faço o que puder.
Obrigado, mais uma vez.

as-nunes disse...

Aos meus amigos, Luís, Flor, Maria João,

Muito grato pelas vossas palavras e pela visita.

Abs e bjos
António

carol disse...

Seja qual for o nome, são lindas! Cheias de cor e de vida. Alegrias de um Outono frio e chuvoso.