2013/03/18

Portugal, que futuro?

Nos Marinheiros, da rua da Escola, da Igreja para o horizonte crepuscular

Entre o sono e o sonho
é mudo
o diálogo.

Albano Martins
Estão agora floridas as magnólias

@as-nunes

5 comentários:

deep disse...

Negro... não há dúvida. :(

Boa semana.

Lídia Borges disse...


O negro dos troncos parece suplicar uma réstia de luz. Linda foto!

O sonho tem de perdurar!


Lídia

quem és, que fazes aqui? disse...


Mudo, de facto!

Beijo

Laura

(belíssima foto)

as-nunes disse...

E estão estes "macacos" agora todos reunidos em videoconferência, a discutir o quê?

Então não era previsível que esta louca fuga para a frente (a caminho do abismo) ia dar barraca? Ia provocar o pânico?
E que este pânico já se está a alastrar, de certeza absoluta?
É preciso ser-se muito esperto para perceber que as pessoas vão levantar o máximo de dinhehiro que podem e, se puderem, vão depositá-lo em dólares ou em yenes, talvez até em reais? Ou escondê-lo?...

É assim que se vai promover a recuperação da economia da zona euro? Está provado que a economia funciona 50%, pelo menos, com base na confiança que o sistema financeiro for capaz de proporcionar aos cidadãos.

Os grandes financeiros que não sejam tão agiotas.

Uma Nova Ordem Mundial impõe-se. E ela está nas mãos do FMI e do BCE, numa grande percentagem.

Ou vai prevalecer a estratégia do quanto pior melhor?

São disse...

A seguir este caminho de estupidez e desatino não haverá futuro na Europa e , mais uma vez, a Alamenha lança a guerra no continente.



A foto agradou-me.

Boa semana