2014/08/10

Aldrabas e Batentes na zona da Sé de Viseu



 Uma belíssima residencial junto ao Largo de D. Duarte - Viseu


Batente, Mão de Mafona 

 Igreja da Misericórdia - em frente à Sé de Viseu

 Na porta principal da Sé de Viseu ...

 Porta principal da Sé de Viseu.
-
NB.: Tenho usado o termo "aldraba" sem a preocupação de que devemos considerar as funções específicas destes utensílios/ornamentos.
É de ter em conta opiniões mais precisas, como a que vem expressa no 1º comentário:
"A aldraba distingue-se do batente porque ao girar acciona o fecho e abre a porta. Os batentes servem ou serviam para chamar os da casas.
Batentes nas fotos 1,2,5,6 e 11;Aldrabas se rodarem sobre um eixo para abrir a porta nas fotos 4 e 10,há aldabras que também são batentes."

2014/08/05

À minha mãe Encarnação no dia do seu 90º aniversário


((Em 1971/2 (na quinta da Fernandinha (Bº Abílio Jerónimo - Viseu) com a Inês, ao colo, e a Isabelita (Hoje Prof. Dra. da Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra))

A ti,  minha mãe
(no dia dos teus 90 anos)

No dia 4 de Agosto de 1924
No Casal pela primeira vez
Tu, minha mãe, viste  a luz
Tempos de extrema escassez 

A minha avó Queiriga
Esperou até eu regressar
Da guerra de Moçambique 
A Zaida, a Inês,  comigo a voltar

O meu avô, teu pai
Não o cheguei a conhecer
Só me lembro 
De no Porto falecer

Dizes que sou parecido com ele
Dizem que sou parecido contigo
Olho-me na fotografia
A ver se o avô ver consigo 

Só vejo que cada dia que passa
Contigo me sinto mais parecido

Salve, Mãe
antónio

2014/08/01

Vistas panorâmicas tiradas desde o alto da Igreja do Vidigal - Leiria

 Mesmo ali ao pé, a Igreja do Vidigal - Leiria. Uma vista panorâmica fantástica sobre o Vale do Lis, que alcança as próprias serras da Sra. do Monte, da Maúnça e outras silhuetas das Serras d´Aire e Candeeiros...
 Para estes lados podemos observar a zona altaneira da freguesia da Barreira. Para mim jamais haverá uma freguesia que possa vir a chamar-se "União de..." ou "freguesia do Liz". Façam-se as Uniões, Federações, o que quiserem, mas não tirem a identidade às freguesias existentes.
Se bem observarmos podemos ver o campanário da torre sineira da Igreja do S.S. Salvador na Barreira, o arvoredo do Jardim do Solar do Visconde da Barreira. Mais à direita, em branco novo, as instalações do Lar e Centro de Dia para apoio a Idosos, mandado construir pela ADESBA. Vai entrar em funcionamento dentro de dias, durante o mês de Agosto, segundo está previsto. Estas instalações são modelares, espaços de quartos e de convívio, amplos, bem mobilados, airosos, vistas largas em 360º. Se cá viver quando chegar a minha vez, vou querer ir para este Lar ...
 A sra. do monte, à esquerda e a serra da Maúnça, à direita.



2014/07/18

Leiria e Rua Mouzinho de Albuquerque: memórias que reportam ao dia 5 de Outubro de 1966





E esta aldraba, que só agora é que reparei nela?
Durante dois anos andei a tocar-lhe, indiferente! ...


No dia 5 de Outubro de 1966, mais ou menos, cheguei a Leiria vindo de Viseu na carreira dos Claras.
Estou-me a imaginar, de mala na mão, pasmado, cheio de calor, ali pela zona a que se reporta a primeira fotografia.

Vinha para lecionar na então Escola Industrial e Comercial de Leiria. 
Acabei por arranjar um quarto no número 15 daquela Rua e comer no "Restaurante Peninsular", na porta ao lado, onde esteve o "Aquário", lembram-se? Hoje é um Snack-Bar.
Os dois anos (1966-1968) que permaneci em Leiria (após o que me casei e fui mobilizado para Moçambique) foi ali que vivi, num quarto com a janela a seguir ao letreiro de "vende-se", para a direita.
...
É verdade, Rui, lá estava a leitaria, o barbeiro ...  tudo mudou!
...

General Humberto Delgado



2014/07/16

Cortes - Serão Literário no CRCC, à Quinta da Cerca