2011/11/20

IC36: ai Leiria do Lis e do Lena

As silhuetas do Castelo de Leiria e do Santuário de Nª Sra. da Encarnação, observadas do viaduto do IC36, com os automóveis a sobrevoar o Vale do Lis.
Provavelmente já não poderei captar esta imagem na via Nascente/Poente em direcção à A19, ou à A8 ou à A17 ou mesmo em direcção à A1, se quiser virar à rotunda do IC36/S.Somão, seguir à rotunda do "McDonald" e seguir a via rápida para os Pousos e auto-estrada. 
É que, depois de aberto oficialmente ao tráfego, não se pode parar lá em cima.
 A estrada que vem de S. Romão em direcção a Fátima, o Vidigal à vista, de cá de cima do IC36
 O vale do Lis, terrenos da Quinta de S. Venâncio, lá em baixo...uma amostra do que era a quantidade de sobreiros que havia nesta zona. (clique para ver melhor, pode ser que eu não tenha visto bem).
No horizonte, a silhueta da Sra. do Monte e da Serra da Maúnça.
Ora cá estão as famigeradas portagens. Fica-se sem se perceber se estas são as taxas por se estar a percorrer o IC36 ou se serão as taxas para quem queira ir para a A8 ou se será a portagem para se seguir pela A19 até à A8. 
Confusões... deve ser por causa da minha dificuldade em me adaptar a estas alterações bruscas, coisas da idade, se calhar, os neurónios a funcionarem com memórias e recordações do que era o tempo do Lis e do Lena cantado por poetas e aproveitado para a agricultura, pastorícia e florestas a perder de vista.
@as-nunes

6 comentários:

Luís Coelho disse...

As tuas fotos são históricas.
Depois certamente poderás tirar mais desde que vá outro a conduzir a viatura...
As portagens parece que têm de ser pagas nos CTT nos oito dias seguintes

Muitos vão arranjar a via verde para evitar estes incomodos.

as-nunes disse...

Boa tarde, Luís

Hoje tive de ir ao Restaurante Casarão (um casal amigo comemorava 51 anos de casados) e lá vou pela A19/ex-IC2. Desatento, não dou por que ao iniciar a subida da zona do Shopping, há uma via encostada à direita, que segue para a Azoia/Zona comercial encostada àquele lado da antiga IC2. Quando dou por ela tenho que ir até à Batalha.

Até nós que aqui andamos no dia a dia, estamos a aprender a viajar neste intrincado de vias.
É mesmo uma autêntica teia de aranha.

Lá terei que aderir à via verde!

Isabel Soares disse...

O António tira umas fotos incríveis. Por vezes questiono-me onde se terá posicionado para bater a chapa.

as-nunes disse...

Isabel, consegui estas fotos, com alguma facilidade, porque passei pelo viaduto, estavam ainda a dar os últimos retoques e já deixavam passar os mais "atrevidos". O código da Estrada proíbe que se pare nestas vias rodoviárias.
Tenho que lá ir, um dia destes, a pé, mas ainda tenho de confirmar se o posso fazer.
A não ser que tenha alguma avaria em cima do tabuleiro, que o motor se vá abaixo e tenha de encostar uns minutos...

Henrique ANTUNES FERREIRA disse...

Nunesamigo

Eu bem te conheço, ó máscara. Um furinho na embraiagem ou uma falta de óleo no conta-quilómetros e lá tás tu a tirar retrografias aos molhos, como o alecrim.

Depois, levo-te um maço de Marlboro à prisa. Conta comigo, podes crer.

as-nunes disse...

AntunesFerreira

Há sítios fantásticos para tirar fotografias. Eu, como "amador profissionalizado" tenho que fazer pela vida.
É meu instinto de muitos anos.
Que hei-de fazer?

Reformar-me? NÃÃÃOO!