2012/08/11

LEIRIA: Rota dos Escritores em Leiria

 Mais pormenores se podem consultar seguindo este link da Câmara Municipal de Leiria.

Lá em cima, a caminho do Castelo, já na designada Av. Ernesto Korrodi, uma lápide evocativa da presença de Miguel Torga em Leiria. O nome desta avenida invoca outra figura ilustre que marcou indelevelmente esta cidade, com os seus múltiplos e  geniais trabalhos  de arquitetura, nos princípios do séc. XX.
 No jardim Luís de Camões, junto à estátua ao Pastor Peregrino, uma figura intimamente ligada à obra de Francisco Rodrigues Lobo.
O eterno rio Lis...


Com ponto de encontro no Centro Cívico: Edifício Praça Eça de Queiroz e Largo da Sé, teve lugar em Leiria, a 2ª Rota do Escritores em Leiria.

Fez-se uma visita guiada por 28 pontos relacionados com a história da cidade entrelaçada na vida em Leiria dos seguintes escritores portugueses:

Francisco Rodrigues Lobo
Eça de Queiroz
Acácio de Paiva
Afonso Lopes Vieira
Miguel Torga
(seguir links que reportam a estes escritores e à sua ligação a Leiria)

Foram cerca de três horas, a percorrer a pé, praticamente todo Centro Histórico de Leiria. Pura magia!

E falou-se dos escritores. E falou-se muito do significado desses pontos onde parávamos para ouvir as informações que nos eram prestadas e, não raramente, participávamos em amenas cavaqueiras a propósito do interessante tema que nos juntou. Pessoas de fora de Leiria estavam em maior número. À volta de 30.
Foi  muito gratificante ter conversado com essas pessoas e trocarmos impressões sobre tão ilustres escritores e a sua ligação pessoal com a cidade de Leiria.


Os guias, funcionários da Câmara de Leiria, na área da Cultura, foram inexcedíveis em dedicação e profissionalismo. É justo deixar aqui os seus nomes: Isabel Brás e Miguel Narciso.



Podem-se ler muitos poemas e outras referências seguindo links neste blogue e/ou através da consulta das etiquetas por temas.

-

Bom fim de semana a todos quantos aqui aportarem.
Amanhã, Domingo, vou até Viseu...

@as-nunes

8 comentários:

rosa-branca disse...

Olá amigo, deve ter sido uma visita linda e rica em conhecimentos. Obrigado pela partilha, que assim fico a conhecer, mais um pouco da riqueza do nosso Portugal. Beijos com carinho

Rui Pascoal disse...

Ótima dica!

Graça Sampaio disse...

Bela iniciativa!

Boa(s) viagen(s)

BlueShell disse...

Uma belíssima iníciativa.
Ainda está por cá?
Diz---quanto tempo ficas? Podiamos tomar um pastel de feijão...tu sabes... Las a tua esposa, eu levo o marido e tomamos um chá...

Isabel Soares disse...

Ando desejosa dessa visita, mas ainda não calhou...
Pela mão de Orlando Cardoso e Camilo Barata, tive oportunidade de conhecer o Roteiro de Eça, há vários anos. Faltam os outros...
Bons passeios.

as-nunes disse...

Blue Shell

Foi mesmo só ir à minha aldeia, Casal - Ribafeita - a caminho de S. Pedro do Sul.
Era dia de Festa anual, 88 anos da minha mãe Encarnação. Estávamos lá todos os que descendem dos Nunes e Almeida de que os meus pais são a raiz. Ora bem:
2 - os progenitores mor;
5 - filhos
9 - netos
4 - bisnetos
5 - genros e noras
ou seja: 25 pessoas ao todo, um rancho. Quando fomos todos ao cimo do povo, onde está a capela e é montado o arraial das Festas de S. Salvador, parecia uma 2ª procissão.

Uma maravilha.
Está claro, não dava para fazer variações!...


as-nunes disse...

rosa-branca,
Rui Pascoal
Graça Sampaio
Isabel Soares

Obrigado pelas vossas palavras, sempre simpáticas.

O sal (e que bem doseado que ele tem sido) dum blogue do género deste é, muito naturalmente, as reações dos nossos leitores, muitos que já passaram a fazer parte do nosso núcleo de amigos, só tenho pena é de nem sempre corresponder com um olá que seja. Ou por falta de oportunidade ou distração.

Espero que me possam perdoar uma coisa ou outra, ou seja,

"desculpem qualquer coisinha"

Abraços


Rosa dos Ventos disse...

Não estive lá mas foi como se estivesse uma vez que conheço Leiria com a palma da minha mão!
E estes escritores também me são bem familiares!

Abraço