2012/10/21

Uma travessa de Leiria guardada pelo anjo da guarda e em homenagem ao grande pintor e aguarelista Lino António

Quem foi Lino António, personagem singular da história de Leiria do séc. XX? (*)

  A travessa está a cargo do anjo da guarda
 Mas, pelo sim pelo não, nada como ter também um cão de guarda.

Esta travessa situa-se na zona da Cruz da Areia, em Leiria, perto do Quartel do RAL 4.


Numa pequena extensão de menos de 50 metros, registei esta sequência de pormenores, mesmo sem sair do carro.


Para além de se poderem observar vários trabalhos de pintura seguindo este link pode observar-se, amiúde em casas particulares, reproduções fiéis e de muita qualidade de várias  aguarelas em que Lino António retratou os trajes regionais de Leiria por volta dos anos 30 do século passado.

A que se pode admirar na foto ao lado, é uma dessas várias aguarelas reproduzidas numa coleção, editada pela Comissão de Turismo de Leiria-Fátima.

Esta aguarela está assinada e datada com referência ao ano de 1931.
-
-
-
-
outras etiquetas (leiria antiga)
http://dentrodetioleiria.blogspot.pt/search/label/leiria%20antiga
@as-nunes

5 comentários:

Mariinha disse...

Olá as-nunes,

Não conhecia o pintor em causa, mas depois do post, fui ver o link. Vi tudo com muito interesse principalmente a evolução da sua pintura, através dos quadros seleccionados, até chegar ao derradeiro quadro "Mercado" que estava a pintar quando lhe deu o AVC. Um bom post,sem dúvida, muito obrigada. Se as autoridades que tratam da toponímia,só deram até agora o seu nome à travessa que refere, parece-me que o pintor mereceria algo mais.
Um abraço

Rosa dos Ventos disse...

Tenho pena de não ter nenhuma obtra dele...nem em reprodução! :-((

Abraço

Rui Pascoal disse...

Gosto da pintura de Lino António e, como leiriense que sou, não podia deixar de ter essas reproduções, que foram editadas pela Comissão de Turismo de Leiria.

Anónimo disse...

SABIA QUE LINO ANTÓNIO ME ERA APARENTADO E, TAMBÉM, COM O DR.
ANTÓNIO MATOSO. SUA TIA D. ALCINDA ROMÃO. QUE TINHA E NELA MORAVA, UMA VIVENDA NO ARRABALDE
DA PONTE, ONDE DORMI MUITAS VEZES, DEIXOU-LHE EM TESTAMENTO
ESSA MORADIA QUE ELE DEPOIS VENDEU POR TUTA E MEIA. EU TINHA
VINDO, RECENTE E OCASIONALMENTE, DO BRASIL E QUANDO SOUBE QUE A PÔS À VENDA ERA TARDE DE MAIS PARA A COMPRAR.
BONS VELHOS TEMPOS CARO A.S.

MANUEL BRANCO FERREIRA disse...

NÃO NÃO SOU ANÓNIMO. FOI MERO ESQUECIMENTO SOBRE O COMENTÁRIO DA
VIDA DO LINO ANTÓNIO QUANTO À SUA VIVENDA NO ARRABALDE DA PONTE ONDE VIVI 25 ANOS.
AÍ VAI A MINHA IDENTIFICAÇÃO:

MANUEL BRANCO FERREIRA, RADICADO EM COIMBRA DEPOIS DE ALGUNS ANOS NO BRASIL, FIZ MEUS ESTUDOS NA
ESCOLA INDUSTRIAL E COMERCIAL DE LEIRIA NA VELHA ESCOLA DOS CLAUSTROS INFERIORES DO ASILO DOS
FRANCISCANOS (PERTO DA CCÂMARA MUNICIPAL) APÓS O QUE FUI EMPREGADO NA CUF E TENDO FREUENTADO, A PARTIR DE 1955, O INSTITUTO COMERCIAL DE lISBOA. DEPOIS DE CASADO SEGUI PARA O BRASIL PARA ADMINISTRAR UM LABORATÓRIO DE PRODUTOS FARMACÊNCOS DA FAMÍLIA... E MAIS NÃO DIGO PORQUE PRÓXIMO DOS 9O ANOS O ROMACDE DEMORARIA MUITO TEMPO A LER. TODAVIA, PARA NÃO
JULGAREM QUE ME ESCONDI ATRÁS DO ANONIMATO AQUI DEIXO O MEU NOME E E-MAIL:

MANUEL BRANCO FERREIRA

santaapolonia192@gmail.com