2006/09/21

AS FAIAS

De acordo com o "Atlas das Árvores de Leiria" ed. de 1992 da C.M.Leiria:
-
Fagus sylvatica var purpurea
-
Nome Vulgar:
Faia
Família:
FAGACEAE
Género:
Fagus
Nome científico:
Fagus sylvatica var purpurea
Folhas:
Ovadas, de margens onduladas e, por vezes, denticuladas,
exibindo dentes muito pequenos
verde-escuras, caducas.
Flores:
Flores masculinas em amentilhos;
inflorescências de flores unissexuadas e nuas ou sem pétalas, que se destacam pela base
flores femininas geminadas, com um invólucro.
conjunto de brácteas, livres ou aderente, que se inserem perto de certas flores ou na base de certas inflorescências e que as rodeiam mais ou menos.
Frutos:
Aquénios,
Fruto seco, indeiscente e monospérmico, isto é, provido de uma só semente.
geralmente agrupados aos pares, numa cúpula
invólucor duro, formado por numerosas brácteas imbricadas ou eriçado de espinhos, revestindo total ou parcialmente os frutos.
castanha coberta de espinhos.
formação pontiaguda e rija, resultante de modificação de um ramo, pecíolo, estípula, etc.
Altura:
Até 40 m.
Tipo de Solo:
Fértil, com boa drenagem, preferencialmente calcário.
Origem:
Europa Central e Ásia Menor
Floração:
Abril a Maio
Utilidades:
Aproveitamento da madeira, ornamental.
Observações: Resistente à poluição urbana.
---

As fotos abaixo datam de 1992 e retratam uma Faia, no caminho em calçada (Marachão) junto ao Rio Lis e no percurso entre o "Turismo" e a Ponte que liga o Largo Papa Paulo VI ao Bairro dos Anjos (Ponte do Bairro dos Anjos é o seu nome actual).
http://leiriana.net/images/blogs/faia_jardimrio.jpg (Pode observar a mesma Faia em foto
tirada em17 de Setembro de 2006 pelo autor).

2 comentários:

al cardoso disse...

Pois se e resistente a poluicao urbana, ha que plantar mais faias nas nossas cidades, assim teremos um ar mais despoluido.

Bom fim de semana.

asn disse...

E mai, al, não abater as árvores já existentes, algumas que já constituem autênticos monumentos e que são referências de memória da comunidade.
E tudo por quê? Quantas vezes, tão somente porque num qualquer departamento Municipal, alguém se pôs a fazer desenhos e a projectar novas configurações para as zonas urbanas.
No lugar de determinada árvore, não importa qual, há interesse em que lá seja "plantada" outra coisa!... E nem nos perguntam, a nós que damos vida à urbe, se estamos de acordo ou não!
Assim não!