2007/04/06

Continuando a visita à freguesia de Ribafeita - Viseu

RIBAFEITA (clic nas fotos para ampliar)
Chegados ao local da freguesia de Ribafeita onde está implantada a Igreja Paroquial de Nª Sra. das Neves, cuja fachada poente se observa em segundo plano, fomos, eu e o meu pai Daniel, ao cemitério, com dois objectivos, no que a mim me diz respeito: revisitar esta camélia, de que eu me lembro desde que me conheço e o sítio onde ficou sepultado o meu padrinho Serafim, recentemente falecido com 80 anos, irmão mais novo que era de meu pai.
Como se pode ver esta cameleira apresenta-se com uma boa envergadura e a sua idade é proveta, mais de 100 anos, com toda a garantia, segundo opiniões de diversas pessoas antigas nomeadamente o meu pai(na foto) com 83 anos.

Estamos no adro da Igreja. O painel chama a atenção para a figura de Madre Rita(1), recentemente canonizada pela Santa Sé, um icon religioso da freguesia. Em fundo pode admirar-se um belíssimo bosque de carvalhos, precedidos, na perspectiva, por um de pomar de pereiras.

Esta fonte fica perto da Igreja no caminho até à povoação de Ribafeita, propriamente dita. Convinha aconselhar os crentes que não era necessário vir para a igreja já com o "grão na asa"...conselho que eu sei que nem sempre era lá muito bem aceite. O meu tio Xis que o diga!
- Proximamente iremos até Covelas.

(1) pode ler-se "Perfil Pedagógico de Rita Lopes de Almeida" (Madre Rita), Ed. 2000, autora Maria Madalena Frade da Costa, Irmã da Congregação de "Jesus Maria José", precisamente fundada pela Madre Rita. Este trabalho foi apresentado na Faculdade de Teologia da Universidade Católica portuguesa para a sua Licenciatura em Ciências Religiosas. Tem uma Nota de Abertura do então Bispo de Viseu, D. António Monteiro, com data de 20 de Outubro de 1999.

17 comentários:

olho_azul disse...

Aproveito para desejar uma Santa e Feliz Páscoa

Zé Lérias disse...

Sabem bem estas férias não é António?!
Pois que as disfrutes com muita saúde e que fiquem saciadas as saudades dos tempos gloriosos de criança por essas belas e hospitaleiras terras visienses.
Desejo também que passes uma boa Páscoa junto dos teus.

Tozé Franco disse...

Passei para lhe desejar umas boas férias.
Um abraço.

al cardoso disse...

Muito bem conservados tanto a camelia centenaria, como o senhor seu pai.

Optimas fotografias!

Continuacao de Boas festas pascais, por terras da "Senhora da Beira"

Um abraco amigo d'Algodres.

Alda M. Maia disse...

Uma serena e Santa Páscoa.
E eu que pensava que só o Minho é que era bonito!...
Um abraço a toda a Família e um beijinho especial para a Carolina
Alda

Klatuu o embuçado disse...

Viseu... :)

ilhas disse...

desejos de santa Pascoa com um abraço

Arte por um Canudo 2 (No Sapo) disse...

Lugares únicos.Lindo. Desejo-te uma ÓPTIMA PÁSCOA.

Jofre Alves disse...

Votos de uma boa Páscoa com muita saúde e alegria.

Anónimo disse...

Olá primo, voltei ao tempo de minha infância em que brincava de apanhar as camélias para enfeitar alguma campa que estive-se sem flor, enquanto as senhoras brigavam para que não fize-se aquilo que era errado, quanta água bebi nesta fonte. quantas lembranças, quanta saudade.
fico muito feliz toda vez que encontro algo novo e leio tudo que você escreve. O tio está muito bem, de-lhe um grande abraço por mim. não vou tomar seu tempo.
Por hoje é só beijos para todos de sua prima que te admira nevitas.

asn disse...

Olha a minha prima Nevitas
Da próxima vez que cá estiveres em Portugal temos que nso encontrar.
Quantos anos se passaram Nevitas!?...
Mil beijinhos do Tonito

deixa-me o teu e-mail

Anónimo disse...

Oi, Tonito! Realmente faz muito tempo , mas no coração parece que foi ontem, não é mesmo!?!
Já mandei vários e-mails para você, mas até agora não obtive resposta, suponho eu que algo aconteceu e não chegaram.
Mas aqui vai o meu. Espero que desta vez dê certo...
Beijos para todos,
Nevitas

neves.victorino@ig.com.br

asn disse...

Maravilha, Nevitas. Vou já escrever-te. espero que me possas enviar fotos do teu pessoal.
Beijinhos
António/Tonito

Pandora disse...

Fico feliz por teres voltado á tua terra.
É bom reviver o passado.
no que respeita ás fotos para o teu blog, podes copiar o que quiseres mas não tenho nenhuma da Casa da Ribeira, no entanto posso tratar do assunto e mandar-tas.
Beijos.

Pandora disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Paulo Araújo disse...

Já antes tinha visto a foto, mas por lapso não deixei comentário: folgo em ver que a cameleira de que nos falou no Dias com Árvores (http://dias-com-arvores.blogspot.com/) está de óptima saúde e pronta para viver mais uns séculos, se a deixarem.

asn disse...

Amigo paulo araújo
Muito obrigado pelo cartão que aqui deixou.
Esta cameleira não é aquela a que eu fazia referência no "dias-com-arvores" mas deve ser equivalente.
Desta vez que fui a Viseu fui direitinho à célebre, na minha memória, "Quinta da Mariazinha", para ver ao vivo a tal cameleira da minha imaginação reportada aos tempos de infância. 50 anos volvidos, desilusão. Não estava lá a "tal" cameleira, havia isso sim outras, mas muito desprezadas e mais pequenas. Fotografei-as, mas não estão apresentáveis, nem sequer esteticamente.
Esta da foto estava a esquecer-me que existia. Não gosto de frequentar cemitérios...
Um abraço.
António