2007/04/19

O Espinheiro


Ainda a propósito do post anterior em que eu me propunha apresentar-vos o espinheiro-alvar. Entretanto, fiz mais algumas observações e leituras e obtive a ajuda preciosa do amigo Augusto Mota. Aqui, à volta de Leiria, há muitos arbustos deste género, mas de espécies diferenciadas, como se consegue concluir ao se observarem em pormenor, in loco. As fotos acima são de dois tipos diferentes fotografados hoje de manhã, no meu jardim. O de cima tem frutos vermelhos e o de baixo ( o mesmo da foto do post anterior) tem estas flores espectaculares e frutifica em pomos de cor amarela, lá mais para o Verão.

Tentando clarificar a respectica classificação vernacular e científica:Na minha opinião de leigo na matéria, atendendo ao que julgo ter aprendido, a segunda foto refere-se a um pyracantha angustifolia porquanto: as suas braças, armadas com espinhos, são horizontais e graciosas podendo atingir quer em altura quem em comprimento cerca de 3 metros; cria cachos de flores brancas, que perduram desde o fim da Primavera até ao começo do Verão; as bagas em forma de maçã pequena podem ser vermelhas ou amarelas (amarelas neste caso) e persistem durante a maior parte do Inverno; tal como em relação a todas as pyracantha os frutos são muito apreciados pelos pássaros.(SE&O)

Na sequência destes posts fiquei a conhecer o Pilriteiro ou Espinheiro-alvar. Eis uma foto que tirei nestes dois dias, na Rua da Carvalha/Quinta da zona de Sta Luzia - Parceiros - Leiria.
Muito usado para sebes. Era o caso nesta zona rural, de grandes quintas (pujantes de agricultura, floresta e pecuária, noutros tempos), a transformarem-se, progressiva e implacavelmente, em grandes urbanizações.

Um dia destes talvez tenha oportunidade de lhes mostrar o quão fantásticas são as árvores que lá fotografei. Será que vão acabar por serem inexoravelmente abatidas para dar lugar a mais urbanizações? Há que parar para reflectir do que queremos fazer da qualidade da vida do Homem neste Planeta! Temos que nos mentalizar que o ritmo do chamado progresso material tem que ser controlado tendo em conta a Natureza, o princípio e o fim de todos os ciclos biológicos!...

Maldita ganância pelo dinheiro e pelo poder! A nossa perdição, não haja dúvidas!...

Posted by Picasa

13 comentários:

greentea disse...

o tempo é escasso para nós nesta época...há tanto para fazer (daquilo que verdadeiramente gostariamos) e temos de passar o dia à secretária , ao computador - a pôr daqui e tirar dacolá para dar certa , para ver onde está o erro e os pprazoz a terminarem , o tempo a fugir...
e o espinheiro a florir, os gladiolos (meus) a crescerem , as coroas quase aabrirem ...
Um beijo , neste mar de rosas

asn disse...

Olá querida amiga e colega
Estava precisamente a pensar nesse dilema. Aliás, tive que interromper este post para ir ao site das "Finanças" por causa duma password de última hora.
E tantos papéis e números para analisar............
E a Natureza aqui mesmo à mão, a renascer das cinzas, com todo o vigor. Este ano está a ser um ano excepcional para a observação.
Ai, o TEMPO!...
Um beijo e que nos simplexifiquem de facto a vida!
António

greentea disse...

pois...nesta altura deviamos trabalhar a 200% , assim nos é exigido e nunca (eles) estão satisfeitos,,,
tudo nos cai em cima!!

mas há tempos atrás descobri os blogs e são um escape, uma pausa , para dar um grito, um uivo, por vezes, uma chamada de atenção, para descongestionar, para dizer para o ar aquilo que por vezes não se pode dizer cara a cara...

vamo-nos distraindo com o espinheiro alvar, de alvo, de branco, de puro
que pureza é coisa que não aparece no nosso trabalho e simplixidade
ah ah ah cada vez menos

Um abraço e um sorriso , nas entrelinhas

qt ao livro , ele não está à venda
mas como já hoje outra pessoa mo pediu, vou falar com a minha prima, que o editou para oferecer aos sobrinhos e netos da minha Tia, a partir do Diário que ela fez durante a sua peregrinação em 1950

Antona disse...

Obrigado por tu visita
Bellas imagenes.Si te gustan los tulipanes,te espero en mi blog
um abraÇo

arte por um canudo 2 disse...

Se não fosse essa ganância António viveriamos num paraiso.A ganância reflecte-se em todos os sentidos desde o abate das florestas até á desigualdade entre homens. É pena que assim seja e até com a globalização as coisas não ficaram melhores pq a prioridade continua a ser o dinheiro, poder e a ganância.Gosto de ver essa diversidade de plantas que apresentas e esses nomes tão complicados.És um homem da natureza.És um defensor dela e um seu protector. Um grande abraço

Menina_marota disse...

Bom dia António.
Nada como entrar neste blogue e ver a maravilha que partilhas connosco.
Sempre fui uma contestante daquilo que fazem de mal à natureza para prevalecer o poder económico.

Saí do centro da cidade, onde vivia, para vir morar para uma zona mais rural, pela falta que me faziam os espaços verdes e a beleza do cantar dos pássaros pela manhã.

E ainda porque das janelas da minha casa também avisto o mar... tornando este local um paraíso para mim.

Deixo um abraço para si e para a sua esposa, com todo o meu afecto.
Estarei ausente uns tempos, mas espero voltar em força para continuar o meu "trabalho" blogosférico.

Bj ;)

asn disse...

Querida Menina_marota
Que tenhas sucesso de todas as maneiras na ausência da blogosfera.
Nem só de Net vive o Homem!
Mas continuo um apaixonado por esta forma de comunicarmos, de nos mantermos próximos uns dos outros, através das nossas palavras, das nossas imagens, dos sons que conseguimos que as novas tecnologias nos transportem ao encontro dos nossos amigos, ainda que nem sequer os conheçamos fisicamente, ao vivo.
Pela defesa da Natureza sou capaz de voltar a militar activamente, ferozmente se for preciso. Eu que já tinha jurado a mim próprio que jamais haveria de ser militante do que quer que fosse, pela desilusão extrema que foi a minha experiência como militante dum partido político. Que tem um programa vertido em letras de forma num documento aprovado em Assembleia Geral dos seus militantes. Que devia servir de guia da actuação dos seus "chefes".
Se esse programa não serve alterem-no! Não nos andem a enganar!
Estou a pensar seriamente em me inscrever e militar num movimento tipo "Quercus" para lutar pelo AMBIENTE. Não para fazer concessões atrás de concessões a troco de ...sabe-se lá o quê?!
O dinheiro a rodos não pode ser um fim na vida!
etc.
Muitos beijinhos
António

asn disse...

Olá Agostinho
Não é muito frequente manter diálogo directo através desta área de comentários. Mas há momentos justificáveis.
Quero agradecer-te publicamente pela paciência e interesse que tens demonsntrado pelo teor dos posts que aqui vou colocando, ao sabor dos meus entusiasmos, das minhas revoltas, da minha vontade desinteressada de partilhar o pouco ou muito que vou aprendendo aqui na blogosfera.
Eu sou dos que pensam que o BLOGUE é uma ferramente importantíssima para nós exercitarmos o gosto pelo conhecimento e pela informação/comunicação.
Tenho esta convicção, que se está a tornar cada vez mais firme, à medida que o tempo vai passando e as experiências que tenho vivido me vão ensinando.
Tenho que concordar que os "craques" que escreveram o texto de apresentação do PLANO NACIONAL DE LEITURA tiveram uma boa visão ao se referirem aos blogs (como eles escrevem) como uma das formas a privilegiar para o fomento pelo gosto da Leitura. Eu acrescentaria, da leitura e da ESCRITA.
Vou colocar este texto no teu blogue, se não te importas.
Um grande abraço.
António

Tozé Franco disse...

Tenho que reconhecer que a minha ignorância botânica, embora continue enorme, já está um pouco mais pequena com as informações que aqu vou colhendo.
Um abraço e bom Domingo.

arte por um canudo 2 disse...

Como dizes António o "blogue é uma ferramenta importantíssima para nós exercitarmos o gosto pelo conhecimento e pela informação/comunicação". Também acho..Até é um gosto a colocação desse post. BOM DOMINGO.Abraço

belakbrilha disse...

Maldita ganância pelo dinheiro e pelo poder! A nossa perdição, não haja dúvidas!...

Pelo menos A de alguns disso tenho eu a certeza!

até breve

Jofre Alves disse...

Perdão pela minha ausência de quinze dias, pelos muitos afazeres, mas hoje das primeiras visitas que fiz foi, como não podia deixar de ser, a este maravilhoso e sempre interessante blogue. Boa semana e até breve.

Eduquês disse...

Chegou mais um sítio para cuscar.
http://pedagoges.blogspot.com/