2006/10/07

Hoje, em Lisboa

Hoje, estivemos, eu e a Zaida, em Lisboa. Fomos com o objectivo primeiro de assistir ao famoso musical "CATS". Ou não se desse o caso de a Zaida gostar tanto de gatos. Até tem um blog (por sinal está muito bem apresentado, diga-se de passagem).
Vou raramente a Lisboa. E hoje foi um dia muito mal escolhido. Apesar de ser Sábado, ou talvez por isso, logo ali à chegada à Rotunda do Marquês, instalara-se por lá uma grande confusão, em termos de trânsito. Por um lado andam por lá em obras na via pública; não percebi muito bem se é algum túnel, se é mais algum parque de estacionamento subterrâneo. Logo a seguir, muitos polícias, não se pode circular pela Avenida da Liberdade. Eu ia com ideias de estacionar no Parque de estacionamento dos Restauradores (há quantos anos é que eu uso esse sistema quando quero ir para aquela zona da baixa!), obrigaram-me a dar uma voltas a que não estava habituado, nem sei como não me perdi e lá consegui chegar ao objectivo. Então o que é que se passava? Alguma manif? Ainda me vêm à lembrança aquelas manifs dos tempos "revolucionários" dos meus 30 anos, nem isso. Do 1º 1 de Maio logo a seguir ao 25 de Abril! Uma festarola, que só visto! Vim a saber que a SIC andava por lá a comemorar o seu 14º aniversário. Então, e corta-se o trânsito durante uma tarde inteira, na Avenida da Liberdade em Lisboa, por causa do aniversário duma Empresa de Televisão? Já não percebo nada disto!
Bem, lá fomos para a Rua Portas de Sto. Antão, aquela do Coliseu dos Recreios, bem sabem. Almoçámos por lá, já tarde, umas pataniscas de bacalhau com arroz de feijão e uma imperial, para mim, um bife à moda da casa, para a Zaida. Às páginas tantas, somos abordados por um indivíduo, novo, com bom ar mas algo alvoroçado, pede-me uma carcaça (estávamos na esplanada na rua), dei-lha, seguiu rua abaixo, parecia-me assim meio acabrunhado, fiquei algo pensativo.
Depois da conta paga, até nem foi caro, por assim dizer, começámos a cirandar por ali, demos com o Snr. Manuel LLach, é artista de pintura de cerâmica, azulejos, tiles, carreaux, sei lá que mais. A Zaida interessou-se por um azulejo com uma pintura dum gato e comprou-o. Estivemos ali um pouco à conversa, deu-me um cartão, autorizou-me que tirasse uma fotografia.
Pelos vistos ali tem sediado o seu estabelecimento comercial; R. Portas de Sto. Antão - Lisboa (não precisa de número de porta).
Lisboa, na baixa, uma multidão extremamente cosmopolita, um movimento contínuo, muitos turistas à mistura.
Enfim, observações dum "provinciano", que raramente vai a Lisboa...
Gostámos do espectáculo! É de facto, um Musical a não perder. Extremamente bem concebido, muito original e recheado de excelentes artistas... Uma maravilha para os olhos e para os ouvidos!

8 comentários:

azoriana disse...

Lembro-me dessa rua.

E quanto ao ensaio do logotipo: acho muito giro mas falta a caixa de texto com o código. Se não souber como se faz eu mando-lhe por e-mail.

Bom fim-de-semana

CMatos disse...

Obrigado pela visita a "o meu cantinho". Volte quando quiser.
É bom "ouvir" falar da nossa terra por "esse mundo" fora!
Saudações para a cidade do Liz.

Chanesco disse...

Aposto que a sua primeira reacção ao chegar e ver tamanha confusão foi dizer: Aqui há gato.

Ganhei?

Cumprimentos aqui da Raia.

al cardoso disse...

Ainda bem que gostaram da comida e do espectaculo, senao teria sido um desastre.

A foto do bichano branco e muito bonita.

Um abraco serrano.

Paulo Sempre disse...

Hello. O itinerário que indicou é o "meu" de todos os dias. Volte sempre aos "caos do trânsito"!!

Abraço
Paulo

asn disse...

Caro Paulo
Fui espreitar o seu blog. Senti-me a entrar num mundo de arrepiar. O mundo da justiça e das muitas vidas que se desperdiçam ingloriamente para a sociedade, aquelas que não conseguem provar que a sua culpa não merece castigo tão duro ou aquelas que o sistema esquece no tempo das burocracias, quantas vezes inocentes mas que não souberam ou não puderam defender-se.
Um mundo que devia ser revisto com a maior das prioridades...
Um abraço
António

asn disse...

É claro que o facto de ter respondido tão prontamente ao Paulo não significa qualquer desprimor para os restantes amigos e leitores, ocasionais ou mais regulares deste meu blog.
Azoriana: já agora agradecia que me enviasse por e-mail o código.
geral@leiriana.net
Quanto aos restantes deste ilustre grupo de comentaristas, lá vou passando pelos vossos blogs. Agradeço penhoradamente o incentivo e feedback das vossas palavras.
Um abraço
António

margarida disse...

pois é para quem visita lisboa é de factouma aventura.
Há que vir mais vezes.
Parabéns pelo blog gostei vou voltar mais vezes